Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas globais do Grupo VW recuam 2,7% no ano

Mercado | 16/08/2019 | 17h12

Vendas globais do Grupo VW recuam 2,7% no ano

Entregas diminuem nos principais mercados, exceto Brasil, Estados Unidos e Rússia

REDAÇÃO AB

As vendas globais do Grupo VW recuaram 2,7% no acumulado de janeiro a julho devido à queda na maior parte dos mercados e regiões onde atua. O volume emplacado foi de 6,25 milhões de unidades, considerando todas as marcas do grupo, de veículos leves e pesados, contra os 6,42 milhões registrados em iguais meses do ano passado. O grupo integra as marcas Volkswagen, Audi, Porsche, Seat e Skoda, além dos comerciais MAN, Volkswagen Caminhões e Ônibus e Scania.

Entre as principais marcas de veículos leves, apenas a Porsche teve alta das vendas no acumulado do ano, embora a Seat também tenha registrado volumes maiores no comparativo anual. Enquanto isso, houve queda para VW (-3,8), Audi (-4,8) e Skoda (-3,8). No braço de veículos comerciais, enquanto a VWCO registra ligeira queda de 0,4% nos volumes, MAN e Scania cresceram 8,8% e 8,1%, respectivamente no mesmo período.

Já entre as regiões em que está presente, a América do Sul é o único lugar onde o grupo registrou aumento das vendas no período: por aqui, elas cresceram 1,2% com o total de 336,3 mil unidades vendidas. A alta foi impulsionada pelo Brasil, onde as marcas do Grupo VW viram suas entregas avançarem mais de 21%, para um total de 255,1 mil veículos.

Na América do Norte, o volume ficou quase estável ao registrar leve queda de 0,9%. As vendas fecharam o acumulado de sete meses em 541,3 mil veículos, dos quais 374,2 mil foram emplacados nos Estados Unidos, 2,3% a mais do que em mesmo acumulado do ano passado.

Em sua região natal, a Europa, o grupo amarga queda de 1,3% das vendas ao licenciar 2,79 milhões. Em seu balanço, a companhia destaca que o resultado, especialmente para o mês de julho, quando também houve queda dos volumes, era esperado, já que as entregas de mesmo mês em 2018 foram mais altas graças à antecipação ao WLTP, novo método para testes de emissões que entrou em vigor em setembro do ano passado.

Ainda no mercado europeu, enquanto os negócios recuaram 0,4% na Alemanha e 1,4% na Europa Central e Oriental, as entregas na Rússia cresceram 3,8%, para 125,9 mil.

Com o enfraquecimento na China, embora os volumes ainda sejam equivalentes aos da Europa, o Grupo VW viu as entregas recuarem 3,2% no país, que é o maior mercado automotivo do mundo, ao emplacar 2,23 milhões de veículos. Com isso, os negócios na Ásia-Pacífico diminuíram 4,3% ou 2,39 milhões.




Tags: Vendas, Grupo VW, Grupo Volkswagen, vendas globais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência