Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Civic 2020 recebe pequenos ajustes da Honda
Na linha 2020, o Civic LX está abaixo do Sport, mas também tem motor 2.0 e transmissão automática CVT

Lançamentos | 07/08/2019 | 19h50

Civic 2020 recebe pequenos ajustes da Honda

Nova versão de entrada LX traz câmbio CVT por R$ 97,9 mil; aumento médio da linha foi de 3,8%

REDAÇÃO AB

A Honda fez alguns poucos ajustes para a linha Civic 2020. O sedã recebeu pequenas mudanças nos para-choques dianteiro e traseiro, que ganharam detalhes cromados em todas as versões. Outro destaque é a nova versão de entrada, LX, equipada com o mesmo motor 2.0 com até 155 cavalos presente nas opções Sport, EX, e EXL. A transmissão do LX é automática do tipo CVT e seu preço sugerido é de R$ 97,9 mil.

Considerando a opção mais em conta da linha 2019 (Sport manual) e a nova LX, a versão de entrada do Civic 2020 ficou 6% mais cara. Já o reajuste médio calculado a partir das versões 2019 e 2020 equivalentes foi de 3,8%. As mudanças realizadas pela Honda servirão para manter a atratividade do Civic diante do novo Corolla, principal concorrente, que estará na rede Toyota em algumas semanas.

A nova opção LX do Civic tem ar-condicionado digital, seis airbags, rodas de liga leve de 17 polegadas, câmera de ré, sistema de som com Bluetooth, faróis com luzes diurnas de LED, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico e sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

Na linha 2020 a versão Sport perdeu a opção manual. Com câmbio CVT parte agora de R$ 104,1 mil (4,1% a mais que o carro 2019). Sua transmissão tem aletas para trocas de marcha atrás do volante. O Civic Sport recebe ainda faróis de neblina, aerofólio traseiro, acabamento preto brilhante na grade dianteira e nos retrovisores, mais acendimento automático dos faróis. Como nas versões superiores, sua central multimídia tem tela de sete polegadas e é compatível com Android Auto e Apple Car Play.


Versão LX recebe rodas de liga leve de 17 polegadas, câmera de ré, ar-condicionado digital e seis airbags. Sistema de áudio tem Bluetooth

O Civic EX foi reajustado em 4% e sai por R$ 107,6 mil. Seus bancos de couro podem ser pretos ou cinza, dependendo da cor externa do carro. O EX também recebe retrovisor interno com escurecimento automático e sistema de som com oito alto-falantes.

A versão EXL teve o menor reajuste (2,4%) e custa agora R$ 112,6 mil. Recebe saídas de ar-condicionado para o banco traseiro, chave presencial e partida do motor por botão. Além do retrovisor com escurecimento automático ele tem sensor de chuva e quadro de instrumentos com tela de cristal líquido de alta resolução.

A versão Touring subiu 4,6% e passa a custar R$ 134,9 mil. Mantém o motor 1.5 turbo a gasolina com 173 cavalos. Mas traz um novo sistema de som com dez alto-falantes (que inclui subwoofer) e 452 watts. O Civic Touring também tem aberturas de ar-condicionado para o banco de trás e na linha 2020 recebeu ainda ajuste lombar para o banco do motorista e carregador de celular sem fio, por indução. A empresa não divulgou detalhes da versão Si, importada, que mantém o motor 1.5 turbo de 208 cv, a transmissão manual de seis marchas e preço sugerido de R$ 164,9 mil.

Em toda a linha 2020 a Honda reforçou a carroceria do Civic utilizando soldas mais eficientes nas junções da estrutura interna e novos anteparos dianteiro e traseiro na cabine. A estrutura do assoalho está mais rígida. A Honda também aplicou travessas mais resistentes e um novo túnel central.


Civic Touring (em 1º plano) mantém motor 1.5 turbo de 173 cv. Recebeu como novidade um carregador de celular sem fio. Ele e o EXL (mais ao fundo) trazem saídas de ar para o banco de trás


O Civic é produzido na fábrica de Sumaré (SP) e sua montagem só deve ser transferida para Itirapina (também no Estado de São Paulo) em 2021. Ele é o segundo sedã médio mais vendido no Brasil. Em 2018 teve 25,9 mil unidades emplacadas, enquanto o Corolla chegou a 59 mil licenciamentos.

De janeiro a julho de 2019 o sedã Honda obteve 16 mil emplacamentos e o Toyota, 32 mil. Mas é preciso recordar que o Civic perde vendas dentro da própria rede para o utilitário esportivo HR-V, enquanto as concessionárias Toyota só oferecem SUVs de porte médio ou grande.



Tags: Honda, Civic, Toyota, Corolla, LX, Sport, EX, EXL, Touring, Si.

Comentários

  • RogérioMakssurAjub

    Demoroupara criar a versão Lx. Agora venderá mais.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência