Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas globais da PSA têm queda de 13% no primeiro semestre

Mercado | 15/07/2019 | 14h05

Vendas globais da PSA têm queda de 13% no primeiro semestre

China, América do Sul e Oriente Médio puxam o resultado para baixo

REDAÇÃO AB

As vendas globais do Grupo PSA registraram queda de 13% no primeiro semestre, com resultado sendo puxado pelos menores volumes na China, América do Sul e Oriente Médio. Foram 1,9 milhão de unidades entregues na primeira metade do ano – contra os 2,1 milhões de veículos registrados no mesmo período de 2018, informa em comunicado divulgado na segunda-feira, 15. A companhia reúne as marcas Peugeot, Citroën, DS, Opel e Vauxhall.

O grupo apurou quedas acentuadas em quase todas as demais regiões do mundo, exceto na Europa. Na China, as entregas diminuíram 62,1%. A empresa diz estar trabalhando junto às suas parceiras de joint ventures, a Dongfeng e a Changan, para retomar o ponto de equilíbrio dos negócios locais.

Na América Latina, as vendas do grupo caíram 29%, com forte impacto da crise no mercado argentino, onde as entregas diminuíram 50,3%. Apesar disso, o grupo manteve a sua participação no Brasil, impulsionada pelo bom desempenho de modelos como o SUV Citroën C4 Cactus. Na região, a empresa continua com a ofensiva de veículos comerciais leves, com os novos Peugeot Partner e Citroën Berlingo, além do Opel Combo.

Os negócios também diminuíram no Oriente Médio e África, onde a PSA registra queda de 68%, em parte por causa das ameaças de sanções impostas pelos Estados Unidos, o que prejudicou o grupo no Irã, onde a produção já foi paralisada.

Por sua vez, no mercado europeu, as vendas ficaram tecnicamente estáveis. Por lá, a companhia elevou sua participação em 0,3 p.p., para 17,4%.

“Apesar do declínio dos mercados automotivos globais no primeiro semestre, nossas equipes comerciais conseguiram aumentar a nossa participação de mercado em diversos países, principalmente na Europa e na África. A implementação rigorosa de nossas estratégias de Core Model e Core Techno é determinante para a realização de vendas rentáveis e a melhoria da satisfação dos clientes”, declarou em nota o presidente mundial do Grupo PSA, Carlos Tavares.

O executivo reforçou a ofensiva na mobilidade elétrica da empresa, que tem como objetivo ter um portfólio 100% eletrificado, com todos os novos modelos com uma versão híbrida-plug-in ou totalmente elétrica. Pelos próximos dois anos, o grupo pretende lançar 14 novos veículos eletrificados. Entre eles, estão os elétricos DS 3 Crossback E-Tense, os Peugeot e-208 e e-2008 e o Opel Corsa-e, além dos híbridos plug-in DS 7 Crossback E-Tense 4X4, Peugeot 3008 HYbrid & HYbrid4, Peugeot 508 e 508 SW HYbrid, Opel Grandland X Hybrid4 e Citroën C5 Aircross SUV Hybrid.



Tags: Vendas globais, PSA, Peugeot, Citroën, DS, Opel, Vauxhall.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência