Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas de caminhões saltam 46% no primeiro semestre

Mercado | 04/07/2019 | 19h45

Vendas de caminhões saltam 46% no primeiro semestre

Segmento tem 46,7mil unidades emplacadas no período

SUELI REIS, AB

As vendas de caminhões saltaram 46,1% no primeiro semestre na comparação com igual período do ano passado. Dados divulgados na quinta-feira, 4, pela Anfavea, indicam que foram emplacadas mais de 46,7 mil unidades contra as 32 mil de um ano atrás. O segmento continua sendo impulsionado pela categoria de caminhões pesados, com PBT acima de 15 toneladas, graças ao forte desempenho do agronegócio: eles respondem por 51% das vendas do período.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Para o presidente da entidade, Luiz Carlos Moraes, outras categorias, como caminhões não estão reagindo na mesma proporção por falta de aquecimento da economia. “Há o fator desemprego que afeta o consumo e o varejo, por isso há pouca movimentação nos centros urbanos”, argumenta.

No comparativo mensal, as vendas de junho somaram 7,6 mil caminhões, representando queda de 15,8% sobre as 9,1 mil unidades emplacadas em maio. Esse foi o efeito de três úteis a menos em junho. “Se tivéssemos os mesmos dias úteis de maio, teríamos emplacado 9 mil caminhões”, disse. “Mas o resultado está em linha com o planejamento que a Anfavea vem trabalhando para o ano para o segmento”, completa.

A projeção da entidade prevê que as vendas de veículos comerciais pesados deverão encerrar 2019 em 105 mil unidades, na soma de caminhões e ônibus, o que se for confirmado, representará crescimento de 15,3% sobre o resultado de 2018.

Graças ao mercado interno, houve alta de 11,8% da produção de caminhões: a indústria nacional entregou 55,4 mil unidades em seis meses. A produção também foi puxada pela categoria pesada, com alta de 36,3% do volume. As demais registraram queda. Na contramão do mercado interno, as exportações de caminhões recuaram 58,6%, com volume de 5,9 mil unidades, efeito da crise na Argentina.

Pelas projeções, a Anfavea espera produzir 11,9% mais veículos pesados este ano, com volume de 150 mil unidades, entre caminhões e ônibus. Já nas exportações, a entidade revisou o volume total para baixo, mas desta vez não especificou o volume esperado de exportações de pesados.

ÔNIBUS


Assim como os caminhões, as vendas de ônibus avançaram fortemente no primeiro semestre alcançando 9,6 mil unidades, alta de 72,2% sobre o volume de igual período do ano anterior. As exportações diminuíram 58,6%, para 5,9 mil unidades, o que prejudicou a produção do segmento, que recuou 6,2% ao entregar 14 mil unidades no período.



Tags: Vendas, caminhões, Anfavea, ônibus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência