Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Renault lança gerenciamento digital de frotas com pacote de manutenção
A tela aberta do Renault Connect Pro: gestão digital da frota conectada

Aftermarket | 07/06/2019 | 19h20

Renault lança gerenciamento digital de frotas com pacote de manutenção

Frotista que compra plano de revisão poderá ativar serviço de rastreamento e monitoramento dos veículos

PEDRO KUTNEY, AB

Com o lançamento do Renault Connect Pro, a partir deste mês, os frotistas que comprarem veículos zero-quilômetro da marca francesa para uso comercial, com plano pré-pago de revisão ou manutenção, poderão ativar o novo serviço de gerenciamento digital de frotas. O sistema foi desenvolvido pela montadora e pelo banco do grupo, o RCI, e oferece geolocalização on-line do veículo, consumo, quilometragem, alertas de manutenção, informações sobre financiamento, multas, sinistros de seguro, motoristas e os custos da operação de maneira geral.

O Brasil é o segundo país onde a Renault adota o dispositivo de conectividade para gerenciamento de frotas comerciais – o primeiro foi a Itália, que implementou a ideia no ano passado. Antes de tornar o sistema comercial para o mercado brasileiro, foram necessários dois anos para fazer adaptações, validações e testes. Três clientes corporativos testaram o Renault Connect Pro em um total de 100 veículos nos últimos dois meses. No lançamento, a plataforma só estará disponível para modelos zero-quilômetro financiados por meio do Banco RCI com os pacotes Revisão Fácil Pro ou Manutenção Fácil Pro – não há disponibilidade para veículos comprados à vista ou de outras marcas.

“Os clientes que testaram o produto já nos consultaram sobre a possibilidade de usar o mesmo sistema de gerenciamento em veículos usados e de outras marcas da frota. Este deve ser o próximo passo de nossa estratégia de venda a empresas. Lançamos inicialmente só para modelos novos”, explica Alejandro Botero, vice-presidente comercial da Renault do Brasil. “Ainda não sabemos o quanto o novo serviço pode atrair mais clientes, vamos ver como o mercado se desenvolve, mas desenhamos que o Connect Pro para os frotistas menores, que normalmente nem usam sistemas de gerenciamento e agora podem ter um para se tornar mais eficientes sem gastar tanto”, completa.


Com o Renault Connect Pro, frotista monitora todos os dados do veículo

ESTRATÉGIA PARA FROTISTAS



A Renault começou a implementar sua estratégia atual de vendas e pós-vendas de veículos para uso comercial em 2015, inicialmente somente com a oferta de produtos e descontos. “Na época de 27% a 30% dos negócios eram vendas diretas a frotistas, hoje essa média cresceu para cerca de 44%, por isso precisamos criar novos serviços e ampliar o atendimento profissional”, conta Alexandre Dias, diretor de vendas a empresas a Renault.

Nesse caminho de aumentar negócios com clientes corporativos, em 2016 a marca lançou planos de financiamento específicos do banco RCI; em 2017 criou o pacote pré-pago Revisão Fácil Pro, com todas as peças e mão de obra das revisões programadas incluídos no preço do veículo financiado; em 2018 foi lançado o Manutenção Fácil Pro, que também inclui na mesma conta a troca de componentes de desgaste, como freios, amortecedores, lâmpadas e embreagem. Este ano foi a vez de agregar o gerenciamento digital a qualquer um dos dois programas.

O cliente que compra um dos dois pacotes pode pedir a ativação do sistema de gerenciamento digital na hora de fechar a compra e a Renault faz a instalação do módulo de telemetria, que se conecta à rede celular 4G por meio de um cartão SIM, ainda no pátio da fábrica em São José dos Pinhais (PR). “Com o sistema ativado o frotista controla de seu computador todos os custos da operação e identifica gastos desnecessários, tornando-se muito mais eficiente. Com a economia que faz, pode comprar mais veículos e aumentar o faturamento”, destaca Dias.

A Renault deu um exemplo, para a compra de um Sandero para uso comercial que sai por R$ 46 mil. Pagando entrada de 30% (R$ 12.690) e financiando o saldo em 36 parcelas de R$ 964 sem nenhum plano manutenção, o custo total de propriedade (conhecido como TCO) chega a R$ 56.723 ao fim de três anos. Se comprar o plano de revisão programada, que já vem com o sistema de gestão digital, com pequeno acréscimo de R$ 707 na entrada e de R$ 19 nas mensalidades, o TCO cairia 6%, para R$ 53.291, porque as revisões e gerenciamento já estariam pré-pagos, incluídos no preço de aquisição. O TCO calculado pela Renault cai ainda mais, 13%, para R$ 49.538, se a opção for pelo plano de manutenção completo, que inclui peças de desgaste, que adiciona R$ 1.167 ao pagamento inicial e R$ 27 a cada parcela.

Botero afirma que foi possível construir o plano relativamente barato com ganhos de escala: “Conseguimos elevar o giro de peças e serviços no pós-venda e assim conseguimos oferecer um preço em conta pelo pacote completo, criado em conjunto pelo fabricante, banco e concessionários”, diz.

CRESCIMENTO DE VENDAS E PÓS-VENDAS



A Renault tem hoje 267 concessionárias no País, todas com atendimento a clientes empresariais, e destas 53 são “Renault Pro”, com estoque de peças e oficinas especializadas para manutenção de veículos de uso comercial, incluindo adaptações para receber a van Master, com elevadores maiores e especialistas em mecânica diesel. Ao todo, o pós-venda da rede conta com 1.816 boxes de serviço, mil mecânicos, 400 consultores e 267 gerentes de serviços.

Com o crescimento das vendas da marca no Brasil, a participação de mercado saltou de 4,8% em 2010 para 8,9% este ano. Assim também aumentou a frota de modelos Renault nas ruas, o que nos últimos seis anos fez crescer 16% os atendimentos de pós-venda nas concessionárias, que hoje recebem 4,7 mil clientes por dia para fazer revisões e manutenções.



Tags: Renault Connect Pro, veículos comerciais, conectividade, gerenciamento digital de frotas, pacote manutenção revisão, Manutenção Fácil Pro, Revisão Fácil Pro, RCI.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência