Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Grupo VW eleva faturamento em 3% no 1º trimestre

Balanço | 02/05/2019 | 17h50

Grupo VW eleva faturamento em 3% no 1º trimestre

Receita soma R$ 60 bilhões, enquanto lucro operacional fica estável em € 11,7 bi no período

REDAÇÃO AB

O Grupo VW faturou 3% a mais no primeiro trimestre na comparação com igual período do ano passado ao encerrar o período com € 60 bilhões, de acordo com relatório de balanço financeiro divulgado na quinta-feira, 2. A Volkswagen destaca que apesar da queda de 2,8% das vendas, para 2,6 milhões de unidades, o faturamento subiu graças ao melhor mix de produtos composto por mais veículos de maior valor agregado, além do bom desempenho da divisão de serviços financeiros.

O lucro operacional cresceu 15%, para € 4,8 bilhões nos primeiros três meses do ano, considerando o resultado antes dos descontos com custos excepcionais (itens especiais) com o dieselgate, que no primeiro trimestre somaram € 1 bilhão – o que resultou em um lucro operacional após taxas de € 3 bi.

Segundo o Grupo VW, apesar disso, houve efeitos positivos decorrentes do ganho de participação em alguns mercados, além da própria melhora no mix, reposicionamento de preços e taxa de câmbio favoráveis, que mais do que compensaram o aumento dos custos fixos e o menor volume de vendas do período.

“O desempenho da receita de vendas e o crescimento dos lucros nos primeiros três meses do ano fiscal atual são encorajadores. A mensuração de instrumentos financeiros derivativos - um item que geralmente exibe um alto grau de volatilidade - também teve um impacto positivo no lucro operacional. No geral, temos que continuar a acelerar o ritmo quando se trata de nossa transformação. Também estamos enfrentando desafios em conexão com os crescentes riscos econômicos globais. No entanto, mantemos nossas metas para 2019”, declarou o diretor financeiro, Frank Witter.

Exceto pela Audi e Porsche, que estão entre as mais rentáveis do conglomerado, todas as demais marcas que estão sob o guarda-chuva do Grupo VW elevaram suas receitas. A marca Volkswagen aumentou o faturamento do primeiro trimestre em 7,1%, para € 21,5 bilhões. O lucro operacional (antes da aplicação de itens especiais) melhorou para € 921 milhões contra os € 879 milhões do primeiro trimestre de 2018.

Enquanto a Audi diminuiu a receita em 9,8%, para € 13,8 bilhões, a Porsche também viu seu faturamento recuar 3,7%, para € 5,2 bilhões. Ao contrário, a Bentley elevou seus ganhos para € 456 milhões no primeiro trimestre, quase 30% a mais do que em iguais meses do ano passado.

Skoda e Seat aumentaram as receitas em 8,2% e 10,7%, para € 4,9 bilhões e 3,1 bi, respectivamente.

Nos veículos pesados, as três marcas elevaram as receitas: a Volkswagen Veículos Comerciais (caminhões e ônibus) registrou faturamento 11,8% maior, para € 3,3 bilhões, com lucro elevado em 29,9%, para € 291 milhões. A Scania apurou € 3,4 bilhões, 13% acima do faturamento de um ano atrás, com lucro operacional passando de € 301 milhões para € 370 milhões. Por sua vez, a MAN faturou € 3 bilhões, 7% a mais e um lucro operacional 38,5% maior, para € 115 milhões.

A Volkswagen Financial Services, que engloba os serviços financeiros do grupo, encerrou o trimestre com aumento de 5% no lucro operacional, para € 638 milhões.





Tags: Grupo VW, Volkswagen, balanço, lucro, faturamento, receita, dieselgate, vendas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência