Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Sabó entra em recuperação judicial para reduzir carga de juros
Fábrica da Sabó em Mogi Mirim (SP): sem problemas de produção

Autopeças | 26/04/2019 | 19h35

Sabó entra em recuperação judicial para reduzir carga de juros

Segundo empresa, produção não será afetada, todos os pedidos serão atendidos

PEDRO KUTNEY, AB

No fim da quarta-feira, 24, a Justiça aceitou o plano de recuperação judicial da Sabó, uma das tradicionais fabricantes brasileiras de autopeças (retentores, juntas e sistemas integrados de vedação), com 77 anos recém-completados, que resistiu ao movimento de compras por multinacionais do setor no fim dos anos 1990 – muito pelo contrário, foi às compras no exterior e tornou-se ela uma multinacional. A empresa ainda não divulgou nenhum comunicado oficial sobre seu programa de recuperação, mas segundo fontes relataram o motivo do pedido é para renegociar dívidas e dessa forma reduzir a carga de juros que vêm sendo pagos.

Representantes da Sabó passaram a semana visitando alguns dos principais clientes da indústria, como GM, Volkswagen e Mercedes-Benz, para informar sobre o plano de recuperação judicial e assegurar que todos os pedidos serão atendidos normalmente. Ainda segundo fontes ouvidas por Automotive Business, a empresa atualmente não tem nenhum problema de produção, qualidade ou atraso nas entregas.

Do faturamento anual na casa dos R$ 500 milhões, incluindo operações no Brasil e negócios internacionais, 60% vêm de componentes para reposição vendidos no aftermarket e 40% são vendas diretas às fabricantes de veículos e motores (OEM), sendo metade para exportação. Até o início desta década os porcentuais de fornecimento doméstico OEM, exportação e aftermarket eram equilibrados em 33% para cada segmento de negócio, mas a queda da produção de veículos no País (de 3,7 milhões de unidades em 2013 para 2,1 milhões em 2016) provocou a retração contínua do fornecimento doméstico OEM, redução das receitas e aumento do aftermarket.

A Sabó reduziu suas operações internacionais. No fim dos anos 1980, a empresa adquiriu a alemã Kako e expandiu os negócios com fábricas na Alemanha, Hungria, Áustria, Estados Unidos e China. Mas em 2014 vendeu o controle ao grupo chinês ZhonDing e permaneceu com 20% de participação.

Graças a investimentos feitos em desenvolvimento tecnológico para novos produtos e processos produtivos no Brasil, nos últimos anos a Sabó fechou importantes contratos de fornecimento para novos projetos de motores e caixas de câmbio no Brasil e no exterior. Contudo, os pedidos não foram suficientes para reduzir a enorme capacidade ociosa em suas duas fábricas brasileiras, a mais antiga em São Paulo, no bairro da Lapa, e a moderna unidade de Mogi Mirim, cerca de 200 km distante da capital paulista, que há dois anos ganhou linhas automatizadas digitalizadas de produção, sob o conceito de indústria 4.0, mas que ainda opera com apenas metade de sua capacidade instalada de 330 mil peças/dia.

A partir da crise deflagrada em 2008, a Sabó reduziu o quadro de empregados no País de 4 mil para os atuais 1,1 mil. Desde então, vem aumentando seu endividamento e o peso dos juros para financiar investimentos e capital de giro. Com a queda nos volumes de fornecimento e faturamento até o ano passado, a carga de juros começou a desequilibrar o balanço e gerar prejuízos, o que a empresa espera recuperar agora com a proteção da recuperação judicial, que permitirá a renegociação de dívidas para recolocar as contas no azul.



Tags: Sabó, recuperação judicial, juros.

Comentários

  • Alberto

    Estouaguardando meu pedido da Sabo há 3 meses. Estão atrasando e muito as entregas. Esse papo de não afetar a produção é furada. Os fornecedores não estão mais entregando mp por falta de pagamento. É uma pena uma empresa deste porte acontecer isso. Precisamos de uma reforma tributária urgente neste país.

  • JerônimoAfonso de lima

    Eunos últimos 34 anos estou dentro desta empresa acompanhei todos altos e baixos da empresa de premiação a derrotas de contratação a demissão dos mais de 4 mil funcionários a os 1,1 mil e poucos que tem e eu permaneço lá trabalhando como se fosse um primeiro dia e sempre reconheço o respeito que a empresa sempre teve como migo e com todos os funcionários fico muito triste em vela nesta situação mais estou no mesmo barco e confio em Deus que nosso barco não vai afundar, força Sabo no que depender de mim o marinheiro estará aposto,

  • Luizalmarante

    Nãofoi de se estranhar essa RJ. A empresa a 10 anos vem comprando mercado, praticando preços abaixo da concorrência. Para quem sempre primou por dizer ter o melhor produto e qualidade, a tempos vende somente preço e baixa qualidade. Isso tudo é reflexo da má gestão e ganância por market share em vez de priorizar rentabilidade. Uma pena, mas aconteceu tarde pois acabou estragando o mercado de reposição de Juntas e Retentores no Brasil.

  • RômuloNogueira

    Sourepresentante da Sabó no Rio grande do sul.. Eu trabalho a 19 anos , e nunca tive uma palavra chamado ATRASO DE COMISSÕES. Enquanto a problemas na entrega relatado como o Alberto, pergunto se isso e anormal no nosso ramo?? A cadeia automotiva assim como eu temos enorme respeito pela marca. E sei o potencial que temos em nossas mãos.. Juros temos o exemplo do cartão de crédito no nosso dia a dia. E vamos trabalhar com força total para reverter o quanto antes porque para os clientes nada muda. Sou e sempre serei grato a essa bela fabrica. Conte comigo!

  • Êniomoura

    Trabalheipor 18 anos nessa empresa, que por sinal muito boa, mas com as crises também foi afetada infelizmente, fico chateado em saber que ela está nessa situação, uma empresa transparente com seus funcionários e fornecedores. Espero que consiga logo se reestruturar e reestabelecer suas funções e compromissos. Tenho orgulho de um dia te trabalhado nessa companhia.

  • WagnerL Silva

    Souum funcionário com 33 anos de Sabó e já passamos por muitas crises e sempre as superamos, tenho fé em Deus que vamos superar também este momento ruim, a Sabó sempre foi e sempre será uma ótima empresa e tenho certeza que no que depender da família Sabó e de nós funcionários tudo vai se normalizar muito em breve

  • MarileneFerreira Viana de Oliveira

    ASabo foi,é e sempre será excelente naquilo que faz, faço parte desse time e sei que quem já foi rainha jamais perde a majestade. Por isso FOCO,FORÇA E FÉ.Pois tamos juntas companheira. Os Problemas existem para serem resolvidos. ????

  • Piresbap automotive

    Tãoquão importante é a reforma da previdência a reforma tributária precisa ser feita imediatamente caso contrário vamos vonviver com estas tristes notícias mais vezes.

  • Amelia

    Sabomaravilhosa ...todas as Industrias citadas estão. de parabens pois são realmente eficazes precisamos delas...e que se elevem cada vez mais....

  • RodrigoCarneiro

    Acompanhoa Sabo, como cliente do Mercado Independente de reposição por aproximadamente 25 anos e fico triste mas ao mesmo tempo esperançoso pela recuperação deste ícone da indústria brasileira. A Sabo merece respeito e nosso integral apoio

  • Silvio

    realmenteé uma grande empresa que como muitas outras lutam com dificuldade para se manterem no mercado. Carga tributária assassina, margens absurdamente baixas, competitividade cada vez mais acirrada, economia estagnada, reforma trabalhista incompleta , reforma tributária não avança e outros , levam nossas indústrias a correrem este mesmo risco. Coragem colaboradores da Sabo, com certeza vai ser passageiro.

  • Anselmo

    Seseu socio majoritario "governo", sem investir um unico centavo, reduzi-se drasticamente sua "retirada", nunca teriamos visto essa noticia.

  • Maurino

    25anos anos na Sabo minha família agradece, e a família Sabo o que acha de tudo isso

  • HélioGilberto

    Oque leva a empresa a essa situação,São gastos desnecessárias na cadeia produtiva!

  • Sergio

    Muitointeressante o portal.

  • SergioLuiz Pizzo

    Esteprocesso de endividamento é geral em um país que usava e abusava dos subsidios. Formou um grupo de Empresas que devido à esta fumaça de prosperidade cairam nas teias de impostos exagerados e má distribuição de recursos. Levando as empresas brasileiras a este CAOS. Mas como a fila anda, devemos parabenizo, nosso amigo acima que comentou que está com a empresa para o que vier. Este pensamento infelizmente é o pensamento da minoria, pois a maioria só analisa os beneficios e nunca as obrigações...

  • JosuéFerreira dos Santos

    Maisuma empresa fazendo uso da Lei do Calote (lei da RJ), para dar um chapéu em seus fornecedores..............

  • Eliana

    Empresade grande porte. Vai superar... Uma fase ruim, vai passar... Foco, força e fe????????

  • Fornecedor

    Estaremosapoiando a Sabo nessa Fase de restrutura Empresas como Barros Embrepar Vespor Real moto peças Já estão recebendo os produtos Sabo total Uma marca de referência ímpar que merece respeito e apoio O não sucesso será prejudicial para todo no mercado de reposição Não terã cobertura suficiente dos concorrentes para tampar esse buraco de liderança no segmento

  • JoãoRamos

    Soumotorista autônomo tercerisado na Sabo a 15 anos carrego ali na Lapa e faço entregas dos seus produtos em São Paulo grande São Paulo e interior e também como os demais fico muito triste em ver "nossa" empresa nessa situação, mas confio que Deus vai abrir um caminho para que ela e todos nós saíamos dessa situação. O choro pode durar a noite toda mas a alegria vem pela manhã tamos juntos Sabo.

  • Luh

    Estounessa espresa a oito anos foco forca e fe logo sairemos dessa fase ruim força sabo tamo junto

  • Jj

    Soufuncionária desde de 2003 e já vesti muito a camisa da Sabò..fiz muitas horas extras. Mas qdo precisei me viraram as costas. Isto pq sou uma funcionária que nunca faltou e qdo precisei faz3r duas cirurgias nas mãos por complicado do próprio trabalho. Hoje ganhei um processo contra eles desde 2016 ...mas por conta da tal recuperação judicial quem saiu prejudicada novamente foi Eu .

  • EDUARDOGOLANDA

    Meupai trabalhou na Sabó, minha mãe e eu também, e sempre fomos muito felizes e tudo que temos é somos hoje devemos à família Sabó que sempre tratou maravilhosamente seus funcionários, tinha e tem um excelente Recursos Humanos. Essa crise com certeza vai passar rápido e vai se recuperar .

  • RaquelAlves

    Tenhomuita fé em Deus q a sabo vai sair dessa. Pois ela já faz parte da minha vida a 23 anos. Já tive alguns momentos de alegria e de tristeza, de ganho é de perda é a sabo sempre presente em minha vida. Sabo, q Deus te abençoe grandemente.

  • FernandyTadaaki ito

    ASabó é conhecida como uma empresa idônea e ética como não se vê comumente no mundo empresarial brasileiro. Sua fama de indústria inovadora e de produtora de bens de altíssima qualidade, extrapola os muros do mundo industrial para servir como exemplo a seguir da prática industrial nas escolas de engenharia industrial. Trabalho no mundo da ensinagem de tecnologia mecânica e sem querer fazer elogios gratuitos, a Sabó serve para os estudantes de engenharia industrial como exemplo de indústria genuinamente brasileira e que sofre e enfrenta a questão da inovação (portanto com investimentos enormes para não perder a competitividade). Seria no panorama nacional, um raro exemplo de indústria 4.0, de cabo a rabo, acompanhando o movimento da inovação para poder ser uma indústria de qualidade global. O que tenho que dizer: competência e cultura fazem de vocês da Sabó uma empresa que sairá desta para melhor, logo em seguida. Sabe porque? Porque vocês tem credibilidade, confiabilidade e transparência em todos os seus atos praticados. Forças maiores lhe acompanharão. Fernandy

  • DalcyAlves

    DEUSajude a SABÒ sair dessa situação dificil!! Somos fornecedores da SABÒ e estamos torcendo pela empresa... Queremos contar essa história juntos! Afinal quem nunca passou por dificuldade? DEUS abençoe a Todos os lideres da empresa!!!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência