Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 08/04/2019 | 19h40

ZF eleva faturamento global em 6% em 2018

Ganhos da companhia atingem € 36,9 bilhões, com vendas em alta nas principais regiões

REDAÇÃO AB

A ZF elevou seu faturamento global de 2018 em 6% na comparação com o resultado do ano anterior, ao atingir os € 36,9 bilhões, informa em comunicado, impulsionado pelo aumento das vendas nas principais regiões. O EBIT ajustado recuou 8,7%, para € 2,1 bilhões, influenciado pelo aumento de investimento com P&D, aumento dos preços dos materiais, efeitos adversos de taxas de câmbio e pelo enfraquecimento do ambiente de mercado. A margem EBIT ajustada foi de 5,6% contra 6,4% do ano anterior.

Em todas as regiões, a empresa aumentou suas receitas, exceto na América do Sul, onde houve queda, e na Europa, cujos ganhos foram equivalentes aos do ano anterior, para exatos € 17,4 bilhões, embora as vendas tenham aumentado ligeiramente na Alemanha.

Na América do Norte, houve pequena alta de 3% da receita, que passou de € 10 bilhões para € 10,3 bi. Na Ásia, a empresa contabilizou faturamento total de € 8 bilhões em 2018, impulsionado pelo crescimento de 5% do mercado na China, onde a ZF faturou € 6,2 bilhões.

A América do Sul foi a única região onde a ZF viu seu faturamento recuar: em 2018, a receita ficou em € 1 bilhão na região, 9% abaixo do registrado no ano anterior.

O balanço mostra ainda que a ZF elevou seus investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) em 25%, para € 2,5 bilhões, com investimentos em ativos fixos superando em 15% os do ano anterior, para € 1,6 bilhão.

Já o índice de endividamento fechou em quatro pontos porcentuais acima do verificado em 2017, para 28%, enquanto o fluxo de caixa livre ajustado para aquisições e vendas corporativas fechou 2018 em € 891 milhões contra € 1,8 bi de um ano antes.

“Nossos resultados mostram que estamos bem posicionados para os desafios do futuro”, comentou o CEO da ZF, Wolf-Henning Scheider, durante a apresentação dos resultados financeiros em Friedrichshafen, na Alemanha. A ZF destacou sua expertise e negócios de longo prazo em todos os segmentos em que atua, citando transmissão elétrica central para automóveis, que terá sua produção iniciada ainda este ano; as transmissões automáticas de oito velocidades – comemorando a maior negociação de sua história com a BMW para o fornecimento do produto, incluindo versões híbridas no futuro, que envolve valor estimado em dezenas de bilhões de euros e produção a partir de 2022.

Também destacou a recente compra da Wabco e seu planejamento estratégico para o futuro da mobilidade, com o miniônibus elétrico e.GO, que receberá sistemas para uma direção autônoma posteriormente, além de sua participação majoritária na empresa holandesa 2getthere, fornecedora de sistemas elétricos autônomos para o transporte de passageiros.

“O investimento foi um passo importante para nós, pois a 2getthere tem mais de trinta anos de experiência no mercado de veículos autônomos de transporte de passageiros, assim como competências únicas em engenharia e software”, acrescentou Scheider.



Tags: ZF, balanço, vendas, faturamento, receita.

Comentários

  • JosafáJoaquim ZF do Brasil SCR2

    #avanteZF #orgulho de ser ZF #mega fabrica

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência