Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de pneus recua no primeiro bimestre

Balanço | 28/03/2019 | 19h34

Venda de pneus recua no primeiro bimestre

Alta no fornecimento às montadoras não compensou queda na reposição, mais forte nos carros de passeio

REDAÇÃO AB

A venda de pneus no primeiro bimestre somou 9,2 milhões de unidades, registrando discreta queda de 0,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Embora as entregas às montadoras tenham avançado 5,9% no período, para 2,5 milhões de unidades, o mercado de reposição (que é bem maior) encolheu 2,1%, para 6,8 milhões. Os números foram divulgados pela Anip, entidade que reúne fabricantes do setor.

A análise dos dados de reposição leva acreditar que os proprietários de carros de passeio estejam preferindo os pneus importados ou reformados na hora da troca. Neste primeiro bimestre, a venda de pneus de passeio no aftermarket caiu 10,4% na comparação com o mesmo período do ano, para 3,5 milhões de unidades. Já o fornecimento desse mesmo tipo de pneu às montadoras cresceu 4,6% na comparação interanual. O maior volume de importações que exportações (leia adiante) confirma essa possibilidade.

A venda de pneus para carga (caminhões e ônibus) cresceu 12,3% no bimestre, para 1,2 milhão de unidades. O fornecimento às montadoras aumentou 39,1%, registrando 282,9 mil unidades. As vendas ao mercado interno favoreceram esse crescimento. A reposição subiu também, 6%, com 923 mil pneus.

No fornecimento total para comerciais leves houve alta de 6,5% com a venda de 1,2 milhão de pneus. A maior parte (730,6 mil unidades) era para o segmento de reposição, que cresceu 14,8% na comparação com o primeiro bimestre de 2018. Já as montadoras compraram 4,2% a menos, 471,7 mil pneus. Para o segmento de motocicletas a Anip só vem divulgando as vendas ao mercado de reposição: 1,55 milhão de unidades no bimestre e alta de 4,9%.

BALANÇA COMERCIAL TRAZ SUPERÁVIT


Nestes dois meses o Brasil importou 4 milhões de pneus, 1,5 milhão a mais do que enviou ao exterior. Contudo, os embarques tinham maior valor agregado e resultaram num superávit de US$ 29,9 milhões.

Veja abaixo o estudo da Anip:




Tags: Pneus, Anip, caminhões, ônibus, comerciais leves, aftermarket, reposição, montadoras.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência