Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Metalúrgicos da Ford completam um mês de angústia
Trabalhadores querem participar da negociação com futuro comprador da unidade de São Bernardo

Trabalho | 19/03/2019 | 17h56

Metalúrgicos da Ford completam um mês de angústia

Governo de SP acena com possível solução para manutenção dos empregos no ABC

REDAÇÃO AB

Completou um mês nesta terça-feira, 19, a angústia em que vivem os metalúrgicos da Ford desde que a montadora anunciou a intenção de fechar sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP). A produção dos caminhões e do Fiesta está parada desde 19 de fevereiro. Os trabalhadores permanecem à espera do anúncio da venda da unidade, pela qual haveria três grupos interessados.

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizou assembleia na manhã de terça-feira. A entidade exige a participação dos trabalhadores em caso de negociação da unidade do ABC. O coordenador do comitê sindical da Ford, José Quixabeira de Anchieta, afirmou durante a assembleia que tenta marcar uma reunião com a direção local da montadora para os próximos dias a fim de tratar do assunto.

Após a assembleia os trabalhadores permaneceram parados e não há definição de uma data para eventual retomada da produção de carros ou caminhões. “Vamos continuar em luta e cobrar da empresa para que ela tenha um posicionamento sobre nosso futuro. Queremos uma posição que nos traga alguma tranquilidade”, afirma Anchieta. Durante entrevista coletiva concedida para tratar de um novo investimento da General Motors no Estado de São Paulo, o governador João Doria foi questionado sobre a situação da montadora.

A questão da Ford deveremos anunciar oportunamente. A empresa havia me comunicado sobre o fechamento e também pedi 60 dias a eles. Queremos salvar 2,1 mil empregos diretos e mais de 10 mil indiretos", afirma Doria.



Para os próximos dias também se espera uma reunião entre a direção da Ford e representantes do governo federal por intermédio da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia. Neste encontro a Ford deve apresentar a primeira versão de um plano de ações para atenuar possíveis efeitos negativos de sua saída do ABC.



Tags: Metalúrgicos, Ford, ABC, trabalhadores, sindicato, José Quixabeira de Anchieta.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência