Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Lifan abandona montagem no Uruguai
Lifan X80 teve 320 unidades montadas no Uruguai no 1º semestre de 2018. Depois disso a fábrica parou

Indústria | 28/02/2019 | 16h02

Lifan abandona montagem no Uruguai

Baixo volume e alta do dólar decretaram o fim da pequena linha

MÁRIO CURCIO, AB

Reportagem atualizada em 1º de março, às 16 horas.

A Lifan não tem prazo para voltar a montar seus carros no Uruguai. A pequena linha uruguaia que emprega 125 trabalhadores está fechada desde junho de 2018, após ter montado um lote de 320 unidades do X80, SUV de sete lugares lançado no meio do ano passado. Segundo a empresa, os trabalhadores estariam em casa recebendo uma espécie de seguro-desemprego. A Lifan também esclarece que a fábrica ainda lhe pertence e pode voltar um dia a produzir carros por lá, sem no entanto informar em que prazo isso ocorrerá. A operação uruguaia fez sentido na primeira metade da década, enquanto havia maior demanda dos produtos trazidos de lá, aproveitando o regime do Mercosul e evitando o imposto de importação de 35% para carros vindos de fora de região.

Evitava-se também a sobretaxação de 30 pontos de IPI criada em 2011 pelo Inovar-Auto (que vigorou até o fim de 2017) para estes veículos quando a empresa ultrapassasse a cota máxima de 4,8 mil veículos importados. Sem a imposição de cotas e com a queda nas vendas, a unidade acabou perdendo sentido.

Com a crise econômica, o volume de vendas da Lifan caiu de 5,2 mil unidades em 2014 para 3,3 mil em 2017 e não parou de recuar em 2018, apesar da recuperação do mercado interno. No ano passado a empresa registrou 2,2 mil emplacamentos apenas.

Durante o período recessivo a unidade uruguaia da Lifan já havia interrompido a produção. Isso ocorreu entre março de 2016 e maio de 2017. A Lifan pretendia também abastecer o mercado argentino com os modelos montados no Uruguai, mas a crise no país vizinho foi mais um empecilho.

A variação cambial também atrapalhou bastante os planos da empresa em 2018. A ideia inicial era vender o X80 por até R$ 120 mil, mas a alta do dólar obrigou a empresa a lançá-lo por R$ 129,7 mil e depois reajustá-lo para R$ 132,7 mil.

Os próximos lançamentos estão congelados. O X70, SUV com tamanho semelhante ao Jeep Compass, já deveria estar no País, mas não deve vir enquanto a cotação da moeda americana permanecer no nível atual, próximo a R$ 3,70. A rede de revendas já havia encolhido no ano passado de 50 para 45 concessionárias e neste momento estaria por volta de 30 lojas.

Como consequência da queda de vendas a empresa reduziu o quadro de funcionários e deve divulgar mais informações a respeito do futuro da operação brasileira nas próximas semanas. Johnny Fang, antigo presidente da Lifan do Brasil, deixou o país e retornou à China. A empresa mantém seu centro de peças e escritórios na cidade de Salto (SP).



Tags: Lifan, X80, X70, Johnny Fang, Jeep, Compass.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência