Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de pneus de passeio regride 3,4% em 2018

Balanço | 20/02/2019 | 19h38

Venda de pneus de passeio regride 3,4% em 2018

No entanto, setor fecha o ano no positivo com ajuda de caminhões e motocicletas

REDAÇÃO AB

A venda de pneus de passeio em 2018 somou 33,6 milhões de unidades e recuou 3,4% em relação a 2017. A queda foi puxada pelo mercado de reposição, em que os 23 milhões de unidades entregues ao mercado registraram queda de 9% ante o ano passado.

As vendas de pneus de passeio para as montadoras superaram os 10 milhões e cresceram 12,7%, mas não foram suficientes para anular a queda no aftermarket. A indústria de pneus como um todo fechou 2018 praticamente estável, com 59,4 milhões de unidades vendidas e variação positiva de 0,2% sobre o mesmo período de 2017.

Os números da foram divulgados pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip). Tanto os pneus de carga como os de moto ajudaram a compensar a retração nos pneus de passeio. O segmento de veículos pesados consumiu 7,2 milhões de unidades em 2018 e cresceu 8,9%.

A variação foi positiva tanto na entrega para as montadoras (59,9%) como para reposição (0,9%). E o setor de motocicletas consumiu 10 milhões de pneus, crescendo 8,3%. Neste caso a Anip não revela volumes e porcentuais para montadoras ou reposição.

A balança comercial fechou com saldo positivo de US$ 171,5 milhões, embora o volume trazido de fora tenha sido 2,4 vezes maior que o enviado.

"Para 2019, o setor está otimista e com perspectivas de ações concretas do governo visando melhorar a competitividade da indústria”, afirma o presidente da Anip, Klaus Curt Müller.



Tags: Pneus, Anip, carga, motos, exportações, duas rodas, Klaus Curt Müller.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência