Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Importadores da Abeifa têm resultado fraco em janeiro

Mercado | 04/02/2019 | 21h07

Importadores da Abeifa têm resultado fraco em janeiro

Venda de carros importados dos associados soma 2,5 mil unidades no primeiro mês do ano, em alta de apenas 2% sobre 2018

REDAÇÃO AB

Os importadores de veículos filiados à Abeifa apuraram resultado fraco em janeiro. Os emplacamentos das 16 marcas associadas somaram 2.474 unidades no primeiro mês de 2019, o que representou leve evolução de 2% na comparação com o mesmo período de 2018, e queda de 27% em relação a dezembro – mês sazonalmente mais forte para as vendas.



- Faça aqui o download dos dados da Abeifa
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Na avaliação do presidente da Abeifa, José Luiz Gandini, a economia brasileira dá sinais de recuperação gradual neste início de ano, mas o dólar ainda na casa dos R$ 3,70 mantém os preços dos importadores pouco competitivos. Por isso o avanço das vendas de importados está abaixo da evolução média do mercado.

“Não foi um mês bom para o setor de veículos importados porque tivemos resultados negativos em relação à média do mercado interno, que apresentou alta de 8,7% em relação a janeiro de 2018, e queda de 15% ante de dezembro de 2018”, analisa José Luiz Gandini.



Gandini afirma que a Abeifa mantém estimativa de emplacar 50 mil unidades este ano, o que representa crescimento de 33% sobre os dados de emplacamentos de 2018. “Essa nossa primeira projeção pode parecer otimista demais diante das estimativas já anunciadas pela indústria e pelo setor de distribuição, de expansão na casa de 11%, mas em nosso caso, o porcentual de crescimento é maior por causa da demanda reprimida de 2018, ano em que o dólar flutuou mais próximo aos R$ 3,90”, argumenta o dirigente.

Entre os importadores filiados à Abeifa, as cinco marcas mais vendidas em janeiro foram a Kia (885 unidades / +43,2%), Volvo (485 / +32,5%), Land Rover (195 / +9,6%), Suzuki (168 / -7,2%) e Mini (151 / +5,6%).

Considerando somente os veículos importados por associadas à Abeifa, o setor foi responsável por apenas 1,3% do total de emplacamentos no mercado brasileiro em janeiro passado. Com 4.443 unidades licenciadas (somando importados e produção nacional das empresas associadas), a participação sobe para 2,33% do mercado total de automóveis e comerciais leves no mês (190.752 unidades).

PRODUÇÃO LOCAL



As quatro marcas de empresas associadas à Abeifa que também mantêm fábricas no País – BMW, Caoa Chery, Land Rover e Suzuki – venderam janeiro 1.969 unidades de produção nacional, total que representou alta de 27,7% em relação a janeiro de 2018, mas em queda de 19,2% ante dezembro passado.

Toda a alta foi puxada pela Caoa Chery, que com 998 unidades emplacadas em janeiro obteve crescimento de 151,4% ante igual mês de 2018.

Todos as outras empresas da Abeifa com produção nacional apresentaram quedas de vendas neste início de 2019. A BMW, com 574 unidades, apurou retração de 3,5%; a Land Rover, com 247 emplacamentos, caiu 25,2%; e a Suzuki, com 150 licenciamentos de carros montados em Catalão (GO), registrou recuo de 31,8%.



Tags: Abeifa, importados, importação, importadores, emplacamentos, mercado, vendas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência