Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Metalúrgicos cobram investimentos da Ford no ABC
Ford de São Bernardo produz caminhões das séries F, Cargo e Fiesta hatch (foto: Mário Curcio)

Trabalho | 21/01/2019 | 19h57

Metalúrgicos cobram investimentos da Ford no ABC

Sindicato recorda que estabilidade de trabalhadores termina em novembro deste ano

REDAÇÃO AB

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realiza uma mobilização na terça-feira, 22, na Ford de São Bernardo do Campo (SP) para cobrar da direção da montadora a vinda de novos investimentos para a planta, que atualmente produz o Fiesta hatch e caminhões Serie F e Cargo. Enquanto a produção de motores de Taubaté (SP) e a fábrica de Camaçari (BA) receberam investimentos recentes e renovação de produtos, nada foi anunciado para São Bernardo, fortalecendo os rumores internacionais que a Ford teria planos de desativar a unidade.

O sindicato recorda que os trabalhadores na Ford têm estabilidade até novembro deste ano, garantida pelo acordo coletivo assinado em abril de 2018. Pela negociação realizada na época entre sindicato e montadora, o período de vigência do acordo foi estabelecido como prazo para que as partes realizassem as discussões sobre o futuro da planta, com planejamento de novos investimentos.

De acordo com Alexandre Colombo, diretor executivo da entidade e trabalhador da Ford, a montadora até iniciou estudos para vinda de um novo projeto no ABC, mas não houve continuidade.

Wagner Santana, presidente do sindicato, ressalta que é importante que se retomem as negociações sobre o futuro da planta já neste início de ano.

“Não podemos deixar para discutir investimentos no segundo semestre, próximo ao término de validade do acordo”, alerta o dirigente sindical Wagner Santana.



Em 2018 o Fiesta hatch teve 14,5 mil unidades emplacadas, 24% a menos que no ano anterior. A redução da demanda resultou no enxugamento de opções. Saíram de linha as versões do Fiesta com câmbio automático Powershift e com motor 1.0 Ecoboost. A Ford também parou de trazer do México o Fiesta sedã.

Os caminhões da montadora até anotaram crescimento de vendas em 2018. Mas enquanto o segmento anotou 47,6% de alta, a Ford registrou acréscimo de 19,3%. Vendeu somente 9,3 mil caminhões em todo o ano passado.



Tags: Sindicato, metalúrgicos, ABC, São Bernardo, Fiesta, montadora, Wagner Santana.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência