Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volkswagen e Ford confirmam aliança para fazer picapes e vans
Jim Hackett, CEO da Ford, e Herbert Diess, CEO do Grupo Volkswagen, confirmam cooperação no Salão de Detroit, nos EUA

Indústria | 15/01/2019 | 19h00

Volkswagen e Ford confirmam aliança para fazer picapes e vans

Primeira colaboração será picape média global, mistura de Amarok com Ranger

PEDRO KUTNEY, AB

Volkswagen e Ford confirmaram a aliança que vêm negociando desde junho passado para desenvolvimento e produção de veículos comerciais leves. As duas companhias anunciaram os primeiros resultados da negociação, que inicialmente envolve projetos compartilhados de picapes médias globalmente e vans na Europa. O primeiro fruto dessa cooperação está previsto para tomar corpo em 2022, com o lançamento de uma picape média global, possivelmente uma mistura da Ford Ranger e da VW Amarok, ambas fabricadas também na Argentina pelas duas montadoras.

O primeiro anúncio concreto da parceria foi feito na terça-feira, 15, no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, pelos CEOs das duas companhias, Jim Hackett da Ford e Herbert Diess do Grupo Volkswagen. Segundo eles, a intenção da aliança é gerar ganhos de escala e eficiência de custos, que a partir de 2023 devem render um melhor resultado operacional anual antes dos impostos. Serão compartilhados investimentos em arquiteturas de diferentes veículos, com aproveitamento de capacidades de manufatura de ambas as empresas. Conforme já adiantado em junho, a aliança não envolve troca de ações entre as duas empresas.

“Volkswagen e Ford vão combinar seus recursos, capacidade de inovação e posições de mercado complementares para melhor atender milhões de consumidores ao redor do mundo. Ao mesmo tempo, a aliança servirá como pilar para a nossa meta de aumento da competitividade”, afirmou Diess, da VW.



Após o desenvolvimento da picape média, a sequência de projetos conjuntos prevê o lançamento de vans na Europa. Para ambas as marcas, a Ford pretende projetar e construir vans maiores para os consumidores europeus, enquanto a Volkswagen vai desenvolver e construir uma van urbana.

Para se ter ideia dos volumes que a aliança poderá alcançar, em 2018 as duas marcas somadas venderam globalmente 1,2 milhão de veículos comerciais leves, incluindo a picape Ranger e a família de vans Transit da Ford, bem como a Amarok e as linhas Transporter e Caddy da Volkswagen. As duas empresas apostam no crescimento global desse segmento de mercado.

“Ao longo do tempo, essa aliança vai trazer eficiências importantes e ajudar ambas as empresas a melhorar seu desempenho, mas também nos dará a oportunidade de ajudar a formar a próxima era da mobilidade”, acrescentou Hackett, da Ford.



Nesse sentido, Volkswagen e Ford assinaram um memorando de intenções para estudar colaborações futuras em projetos de veículos autônomos, elétricos e serviços de mobilidade. As empresas não descartam outros programas conjuntos, informando que seus times continuarão a trabalhar em avanços da parceria nos próximos meses. A aliança será dirigida por um comitê conjunto liderado por Hackett e Diess, incluido executivos das duas companhias.

NOVA AUTOLATINA NA ARGENTINA?



Durante todo o segundo semestre do ano passado, após o anúncio das negociações, especulou-se que o primeiro produto projetado pelas duas fabricantes seria justamente uma picape média. Embora não tenham sido divulgadas mais informações sobre o veículo prometido para 2022, as apostas vão de encontro à uma simbiose entre VW Amarok e Ford Ranger.

Ainda sem confirmação, é bastante provável a produção também na Argentina, único lugar do mundo onde as duas montadoras já produzem ambas as picapes em General Pacheco, subúrbio da capital Buenos Aires, em fábricas separadas por apenas um muro. O curioso é que esse arranjo é legado de outra associação específica entre as duas companhias no Brasil e na Argentina, de 1987 a 1996, quando foi formada a Autolatina que compartilhava produtos e linhas de produção das duas.

A Ford está no país desde o início do século 20 e dividiu a planta de Pacheco com a Volkswagen no período da Autolatina, que quando terminou deixou à VW sua atual fábrica argentina, construída em parte do terreno que já foi da Ford.

Hoje ambas operam no local com ociosidade. A marca alemã produz lá a Amarok em linha inaugurada no fim de 2009, a maioria exportada para o Brasil, e a perua Suran (SpaceFox no mercado brasileiro) já em fim de vida, enquanto investe na unidade para fazer o novo SUV médio-compacto Tarek e possivelmente a picape de mesmo porte Tarok. Já a americana faz em Pacheco a picape média Ranger e o Focus sedã e hatch, sem perspectivas anunciadas de renovação da família. Pode ser, portanto, que a produção da nova picape média da aliança seja feita no lado Ford do muro.



Tags: Aliança Volkswagen Ford, colaboração, picape média, vans, Amarok e Ranger.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência