Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Fábrica da Marcopolo no Rio completa a produção de 3 mil Torino

Indústria | 07/01/2019 | 16h07

Fábrica da Marcopolo no Rio completa a produção de 3 mil Torino

Ônibus urbano é o mais vendido do segmento no mercado brasileiro

REDAÇÃO AB

A Marcopolo Rio, fábrica da encarroçadora localizada em Xerém, na região de Duque de Caxias (RJ) completou o volume de 3 mil unidades produzidas do modelo Torino, que é o ônibus urbano mais vendido do segmento no mercado brasileiro. O modelo, que vem evoluindo desde seu lançamento, há 30 anos, ganhou a última reestilização em 2017, com a versão Torino S.

“O modelo oferece robustez, confiabilidade e baixo custo operacional para as mais diversas aplicações, das severas às mais sofisticados, atendendo todas as necessidades do transporte coletivo”, afirma o diretor do negócio, Rodrigo Pikussa.

A fábrica Marcopolo Rio concentra a produção de ônibus urbanos da marca, dedicados ao mercado interno e também para exportação.

De acordo com Pikussa, os clientes e operadores de transporte urbano que têm utilizado os ônibus Marcopolo Torino em suas linhas destacam a qualidade e a durabilidade do modelo. “Estamos muito satisfeitos com os relatos dos nossos clientes, o que demonstra e reforça o nosso foco com a elevação contínua do padrão de qualidade e confiabilidade”, enfatiza.



Tags: Marcopolo, fábrica, ônibus urbano, Rio, Torino.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência