Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Consórcios crescem 8% com 1,8 milhão de novas cotas

Crédito | 17/12/2018 | 12h12

Consórcios crescem 8% com 1,8 milhão de novas cotas

Modalidade supera 6 milhões de participantes ativos, a maioria em automóveis e comerciais leves

REDAÇÃO AB

A venda de novas cotas de consórcio de janeiro a outubro somou 1,8 milhão de unidades e cresceu 8% sobre o mesmo período do ano passado. A modalidade superou no período os 6 milhões de participantes ativos, aqueles que continuam pagando suas parcelas, mesmo sem ser contemplados. Destes, 3,6 milhões são cotistas de automóveis e comerciais leves.

Nos leves, a venda de novas cotas até outubro somou 944 mil unidades, o maior volume entre todos os segmentos de veículos, mas registrou pequeno crescimento de 1,3% sobre igual período do ano passado. Os números foram divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac).

A modalidade consórcio continua acelerada nas motocicletas. Em outubro, a venda de novas cotas do segmento atingiu 94 mil unidades, o melhor resultado do ano. No acumulado de 2018 foram 828,2 mil novas cotas, 15,8% a mais que nos mesmos dez meses do ano passado.

De acordo com a Abraciclo, entidade que reúne os fabricantes de motos e bicicletas, o consórcio respondeu por 27,1% das vendas de motos até novembro de 2018. Com a ajuda da modalidade e da recuperação do crédito, a venda de motocicletas terá em 2018 o primeiro ano de crescimento após seis quedas consecutivas. Ainda de acordo com a Abraciclo, as montadoras trabalharam este ano para divulgar o consórcio entre os consumidores mais jovens, já que muitos ainda não conhecem vantagens da modalidade.

COTAS PARA PESADOS CRESCEM 23,2%


Até outubro as administradoras de consórcio venderam 57,3 mil novas cotas para veículos pesados. Esse volume ficou 23,2% acima da comparação interanual. As contemplações, ou cartas de crédito emitidas, somaram no período 27,8 mil unidades e anotaram crescimento de 11% sobre iguais meses do ano passado.

Segundo a Abac, os caminhões respondem por cerca de dois terços do consórcio de pesados. Sendo assim, do total de contemplações, mais de 18 mil se referem aos caminhões. Esse número equivale a cerca de 30% dos caminhões zero-quilômetro emplacados de janeiro a outubro deste ano.



Tags: Autos, motos, comerciais leves, veículos pesados, caminhões, máquinas agrícolas.

Comentários

  • JoséMaria Camarão

    Excelentematéria,agora se possível passar a ideia de que consórcio de imoveis passando para até 300 meses e Autos e pesados até 180 meses.Outra o financiamento de imóveis se pode também fazer complementos de renda ,porque no consórcio não.? Já que os imóveis ficam alienados.Abraços e espero retorno.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência