Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Estratégia | 22/11/2018 | 21h00

iCarros planeja vender automóvel novo on-line em 2019

Plataforma reforça que o negócio continuará intermediado pelas concessionárias mesmo no ambiente digital

GIOVANNA RIATO, AB

Informações atualizadas no dia 24/11/2018, às 12h51.

A venda de carros completamente on-line tende a ganhar força no Brasil a partir do ano que vem com a chegada de uma empresa de peso no segmento: o iCarros planeja a oferta de automóveis zero quilômetro em processo completamente digital. “Estamos negociando com algumas montadoras”, conta Ricardo Bonzo, presidente da plataforma do Itaú, hoje focada na negociação de usados de todas as marcas, em comparativos de preços e informação sobre carros.

O portal recebe mensalmente 9 milhões de visitantes únicos, o que já indica o forte potencial para avançar na oferta de modelos zero quilômetro. Para completar, o executivo destaca que 63% das pessoas declaram que comprariam automóvel em um processo totalmente on-line se fosse possível. Neste aspecto, uma vantagem do portal, reforça Bonzo, é que os clientes começam a fazer pesquisas no iCarros 60 dias antes de comprar um veículo zero quilômetro, antes mesmo da primeira visita ao site das montadoras.

"Muitos consumidores chegam no site sem nenhuma pista de qual modelo querem comprar e começam a formar a opinião ali", conta.

VENDA SERÁ DIRECIONADA PARA AS CONCESSIONÁRIAS


A ideia, como reforça o iCarros, é que o cliente faça o pedido pela plataforma e o negócio seja direcionado à concessionária mais próxima do consumidor. A loja conclui a venda e faz a entrega do automóvel. A remuneração do iCarros por todo o processo vai depender da negociação com cada marca. "Podemos cobrar uma tarifa mensal, por exemplo, ou receber apenas quando uma compra é fechada na plataforma", diz o executivo.

"Esse tipo de negociação envolve toda a cadeia da indústria automobilística, em uma parceria fundamental para continuar gerando avanços, incremento de vendas e satisfação dos clientes com o apoio das ferramentas digitais", reforçou a empresa em posicionamento divulgado após a publicação desta reportagem, destacando que os concessionários se manterão como elos essenciais do processo de venda do carro, ainda que aconteça on-line.

DESAFIOS


Hoje as únicas empresas que vendem carros totalmente on-line no Brasil são a Citroën e a Renault, que registrou bons resultados na oferta do Kwid na plataforma K-commerce. A entrada do iCarros no segmento poderia aumentar substancialmente o número de veículos zero quilômetro oferecidos na internet, já que o site poderia oferecer modelos de todas as marcas no longo prazo.

Segundo Bonzo, esta modalidade de venda já é bastante comum nos Estados Unidos, mas tem alguns desafios adicionais localmente. "Aqui um volume enorme de clientes dá o carro usado de entrada. É um desafio resolver a análise destes veículos pela internet", diz.



Tags: iCarros, venda, on-line, digital, internet.

Comentários

  • Marcos

    ACarsale (plataforma parceira da UOL) já vendia automóveis zero km on-line há entre 5 e 10 anos atrás (com foco na Ford), trazendo sempre oportunidades com preços bem abaixo da tabela. Não sei exatamente qdo parou de vender on-line, mas foi uma perda para consumidores, que tinham essa ferramenta disponível para aquisição de veículos, ou mesmo como poder de barganha para negociar com lojas físicas.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência