Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Campo de provas da Ford chega aos 40 anos

Engenharia | 13/11/2018 | 20h05

Campo de provas da Ford chega aos 40 anos

Estrutura de Tatuí (SP) foi utilizada para desenvolver Del Rey e Escort, entre outros

REDAÇÃO AB

A Ford comemora este mês 40 anos de seu campo de provas de Tatuí (SP), primeiro centro de testes para o desenvolvimento de carros, picapes e caminhões da América do Sul. Com pistas e laboratórios que permitem reproduzir condições severas, ele está alinhado com as tecnologias que a empresa utiliza pelo mundo em instalações similares.

Além das novas gerações globais do Ka e do EcoSport, desenvolvidas no Brasil, o complexo foi utilizado no desenvolvimento de automóveis como Del Rey, Escort, Focus e Fiesta, além de caminhões Cargo.

O campo ocupa área de 4,66 milhões de metros quadrados. Tem 60 quilômetros de pistas pavimentadas e fora de estrada. Entre elas há pistas de alta e baixa velocidades com diferentes tipos de piso como asfalto, pedra, areia e lama, além de rampas com até 30 graus de inclinação.

Conta também com laboratórios para medição de desempenho, consumo, emissões, evaporação, arrefecimento, frenagem, penetração de água e poeira, corrosão em cabines de névoa salina, nível sonoro, dinâmica veicular, suspensão, calibração e desenvolvimento de motores. Há ainda uma oficina experimental para a construção de protótipos. Nestas quatro décadas foram realizados mais de 230 milhões de quilômetros de testes, o equivalente a 5.750 voltas ao redor da Terra.

“Mesmo com o avanço contínuo da tecnologia e das simulações virtuais, os testes de pista e a sensibilidade dos pilotos são essenciais para o ajuste fino e validação dos veículos”, diz o gerente do campo de provas, Alexander Chebrat.



Em 1968 a Ford sentiu a necessidade de uma estrutura própria para as avaliações que vinham sendo feitas em rodovias. O primeiro terreno, uma antiga fazenda de milho e batata, foi comprado por US$ 500 mil. Logo foi construída a primeira pista off road, com dois quilômetros de extensão.

Antes da inauguração oficial de 1978, o terreno já havia sido empregado em testes severos com o Jeep e a picape “Rural” F-75 com tração nas quatro rodas.



Tags: Ford, Tatuí, Ka, Del Rey, EcoSport, Escort, Focus, Fiesta, Jeep, Rural, F-75.

Comentários

  • PauloRoberto dos S. Poydo

    Conheçoo campo, fui no ano de 1980. Muito bonito! Lá vi máquinas e equipamentos que nunca havia visto, alguns nem nos livros. Pessoas incríveis lá trabalhavam! Parabéns!!!

  • CASSIOARTHUR PAGLIARINI

    Comoengenheiro de componentes da Ford, minha primeira visita ao campo de provas foi para acompanhar os testes de durabilidade do Jeep, que tinha novo fornecedor para os eixos motrizes. Lembro-me que acompanhei uma volta pelo circuito de durabilidade acelerada para veículos 4X4, num total de 80 km percorridos em 3 horas. Saí do veículo em frangalhos mas o Jeep e seu piloto de provas continuaram o resto do dia no percurso . Tinha 23 anos.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência