Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volkswagen revela SUV T-Cross e picape média Tarok

Eventos | 06/11/2018 | 12h39

Volkswagen revela SUV T-Cross e picape média Tarok

T-Cross chega no início de 2019 e Tarok está muito próximo do modelo para produção

SUELI REIS, AB

O Salão do Automóvel de São Paulo 2018 é palco para as principais novidades da Volkswagen para o mercado brasileiro nos próximos anos: é nele que a montadora inicia sua ofensiva no segmento de SUVs nacionais no País, ao mostrar pela primeira vez ao público o T-Cross, 12º lançamento da marca desde o anúncio, em 2017, do ciclo de investimento de R$ 7 bilhões na América do Sul para lançar 20 modelos na região até 2020. O SUV compacto, que chega ao mercado no início de 2019, provavelmente em abril, é a aposta da marca para o segmento que mais cresce no Brasil: até 2022, a montadora estima que os SUVs representarão um terço das vendas no mercado brasileiro. A categoria já responde por 20% das vendas.

“A nova Volkswagen já é uma realidade: estamos dando sequência à nossa estratégia de lançamentos, já fizemos 11, e os SUVs representam a segunda parte dessa ofensiva. Começamos este ano, em abril, com a Tiguan AllSpace e serão cinco novos até 2020”, disse o presidente da Volkswagen América do Sul, Pablo Di Si.



Além do T-Cross, a VW mostra modelos já conhecidos, como as versões de Virtus, Jetta e Voyage com câmbio automático. “Em nossa linha, 78% dos produtos passaram a contar com essa tecnologia”, lembra Di Si. Também serão apresentadas versões esportivas de Polo e Virtus GTS. “Em breve, esses esportivos estarão entre nós”, diz o executivo.

O presidente da VW também confirmou o lançamento do novo Golf GTE no Brasil, híbrido plug-in (recarregável na tomada) que chega no segundo semestre de 2019. O modelo está sendo adaptado para o mercado da América Latina.

TAROK, A UMA TONELADA DA VW



Outra grande novidade é o conceito de picape média Tarok, de 1 tonelada, que vai competir diretamente com Fiat Toro e Renault Oroch. Ainda não foi revelado em qual fábrica da Volkswagen na região ela será produzida, mas a maioria das apostas é para São José dos Pinhais, no Paraná, onde poderá dividir a linha de produção com o T-Cross. Di Si revelou que a Tarok deverá ser um dos últimos dos oito lançamentos que faltam ao plano atual de investimento, assim deverá chegar ao mercado provavelmente em 2020. O executivo informou também que será feita sobre uma versão reforçada da plataforma MQB, para poder ter versões diesel e tração 4x4, como a concorrente Fiat Toro.

A Tarok foi projetada pela equipe de designers da VW na América Latina, seu diferencial é o espaço interno e o conceito de caçamba que pode ser estendida: os assentos traseiros da cabine dupla podem ser rebatidos, criando mais espaço de carga na caçamba. A parte traseira e lateral da caçamba conta ainda com tomadas 220 volts, além de entrada USB e a tradicional tomada de 12v.

O design chama a atenção: com visual urbano, o desenho traz detalhes como uma linha em alumínio que atravessa todo o teto nas laterais superiores e uma conexão entre farol e grade dando a impressão de um feixe de luz contínuo.

“O carro de produção, que vai chegar em um futuro muito próximo é bastante parecido com esse aqui”, revela José Carlos Pavone, chefe da equipe de design da Tarok.





Tags: Salão do automóvel de São Paulo, Volkswagen, VW, T-Cross, Tarok, picape média, SUV, Pablo Di Si, Golf GTE, híbrido.

Comentários

  • WellingtonTonello

    Enfim,uma esperança de otimizar o preço dessas pickups, ainda mais a Toro com aquela caçamba ridícula que é só alegoria. Essa aí promete com essa inovação traseira, daria para carregar uma prancha inteira.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência