Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Consórcios registram 1,4 milhão de novas cotas até agosto

Crédito | 24/10/2018 | 20h47

Consórcios registram 1,4 milhão de novas cotas até agosto

Crescimento da modalidade continua alavancado pelas motocicletas

MÁRIO CURCIO, AB

A venda de novas cotas de consórcio entre janeiro e agosto somou 1,4 milhão de unidades, registrando alta de 8,3% sobre o mesmo período do ano passado. O crescimento do setor continua sendo alavancado pelo segmento de duas rodas. Nos oito primeiros meses do ano foram vendidas 641,7 mil novas cotas para motocicletas, volume 14,2% superior ao registrado em iguais meses de 2017.

Os números foram divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac). O maior volume de vendas, no entanto, permanece entre os automóveis e comerciais leves, segmento em que as novas cotas somaram no período até agosto 740,5 mil unidades. Já o crescimento foi de apenas 3%. Essa redução de procura pela modalidade costuma ocorrer quando a oferta de crédito por CDC aumenta e o consumidor acaba atraído pela disponibilidade imediata do veículo.

O segmento de leves acumula 3,6 milhões de participantes ativos (aqueles que continuam pagando as parcelas, tendo ou não sido contemplados). Esse volume cresceu 4% na comparação interanual. As contemplações, traduzidas em cartas de crédito emitidas, somaram 374,8 mil unidades e alta de 5,4% entre os leves.

Para as motos o consórcio continua em alta por causa de ações das montadoras, em especial da Honda, que detém 80% do mercado de duas rodas e vem adotando campanhas publicitárias para essa modalidade de venda há cerca de um ano.

Embora em menor volume, os veículos pesados (ônibus, caminhões, máquinas agrícolas e implementos) tiveram alta expressiva de 22,8% com a venda de 43,1 mil novas cotas. As contemplações no período (cartas de crédito emitidas) somaram 22,2 mil veículos pesados, 12,7% a mais que em iguais meses de 2017.

Os pesados anotaram alta em quase todas as outras vertentes analisadas pela Abac, como participantes ativos (+7,6%), volume de créditos comercializados (+24,4%), contemplações (+12,7%) e volume de créditos disponibilizados (+12,5). A exceção ficou para o valor médio das cotas, que permaneceu em R$ 153,2 mil.

Vale dizer que na linguagem dos consórcios o volume de créditos comercializados é o resultado da multiplicação das novas cotas por seus valores. E o de créditos disponibilizados resulta da multiplicação das cartas de crédito emitidas por seus valores.



Tags: Motos, automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, semirreboques, máquinas agrícolas, implementos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência