Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Consórcio Volvo completa 25 anos no Brasil

Crédito | 19/10/2018 | 16h45

Consórcio Volvo completa 25 anos no Brasil

Modalidade promoveu a venda de 51 mil cotas para caminhões, ônibus e máquinas de construção

REDAÇÃO AB

O Consórcio Volvo completou 25 anos no Brasil. Neste período, promoveu a venda de 51 mil cotas de veículos e máquinas. Segundo a empresa, as cartas de crédito emitidas somaram R$ 5 bilhões e foram utilizadas para a compra de caminhões, ônibus e máquinas de construção no País. Atualmente, há 10 mil cotas ativas (aquelas em que o consumidor está pagando as parcelas).

A montadora lançou o primeiro consórcio de fábrica para veículos pesados no Brasil. Foram cerca de 170 grupos abertos nos 25 anos. Nos últimos três anos o consórcio Volvo atingiu novos recordes, com cerca de R$ 1 bilhão por ano em novas cotas.

“O consórcio Volvo se transformou numa importante ferramenta de renovação e ampliação de frotas de caminhões, ônibus e de máquinas de muitos clientes”, afirma o presidente da Volvo Financial Services, Ruy Meirelles. A maioria dos grupos é de 100 meses. A montadora dispõe atualmente de um aplicativo para celulares e tablets voltado ao seu consórcio. A ferramenta digital permite a oferta de lances pelo celular.

Assim com o consórcio, A Volvo Financial Services também chegou aos 25 anos no Brasil. A divisão responde por 40% das vendas do Grupo Volvo no País. Surgiu como um banco. Na época, a Volvo e sua rede de concessionárias formaram uma parceria a fim de oferecer crédito para a compra dos veículos.



Tags: Consórcio, Volvo, caminhões, ônibus, máquinas de construção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência