Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 18/10/2018 | 19h43

Incentivos na Região Nordeste podem atrasar Rota 2030

Discordâncias entre Ford e FCA teriam causado suspensão de reunião sobre o programa voltado ao setor automotivo

REDAÇÃO AB

O Rota 2030 corre o risco de não ser aprovado neste ano. De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o motivo são as discordâncias entre Ford e FCA Fiat Chrysler sobre uma emenda que prorroga incentivos na Região Nordeste e beneficia as duas montadoras.

Na quarta-feira, 17, a reunião da comissão mista do Senado (responsável pela análise da Medida Provisória que estabelece o Rota) foi suspensa porque o relator, Alfredo Kaefer (PP-PR), não compareceu. Fontes ligadas ao assunto informaram que ele aguarda um consenso entre as partes.

A FCA, que produz Fiat Toro, Jeep Compass e Renegade em Goiana (PE), tem ao seu lado os parlamentares da região. E a Ford tem o grupo da Bahia para defender os interesses da empresa em Camaçari, onde são montados o EcoSport, toda a linha Ka (sedã e hatch) e motores.

O impasse está relacionado a uma emenda apresentada pelo senador Armando Monteiro, que propõe a prorrogação do regime especial para indústrias do setor automotivo instaladas no Nordeste, no caso Fiat, Ford e algumas de suas fornecedoras de peças.

O incentivo vence em 2020 e desde já o parlamentar quer garantir a extensão por mais cinco anos, mas limitou o crédito do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e a forma de abatimento.

O senador recorda que sem o incentivo a FCA deixará de investir cerca de R$ 7,5 bilhões na ampliação da fábrica. Durante esta semana, o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa, disse que a medida é importante porque ajuda a reduzir a diferença de custo entre produzir no Nordeste e, por exemplo, no Sudeste.

A Ford desejaria a manutenção do incentivo, mas sem a alteração prevista. Prefere, portanto, deixar a medida para ser analisada futuramente e não ser incluída no Rota 2030, programa que abrange todas as empresas.

As outras montadoras receiam que com este impasse a Medida Provisória do Rota 2030 perca o tempo de ser votada e transformada em lei. O prazo é 16 de novembro, mas, de acordo com fontes do Estadão, o presidente Michel Temer gostaria de anunciar a lei no dia 8, quando ocorre a abertura do Salão do Automóvel.



Tags: Rota 2030, Ford, FCA, Fiat, Chrysler, Toro, Jeep, Compass, Renegade, EcoSport, Ka.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência