Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 17/10/2018 | 19h25

Tesla compra terreno para construir fábrica na China

Segunda planta da marca no mundo será instalada em Xangai, com capacidade para fazer 500 mil carros por ano

REDAÇÃO AB

A Tesla assinou acordo para comprar um terreno em Xangai, na China, onde pretende instalar sua segunda fábrica – a primeira fora dos Estados Unidos. Embora a montadora não tenha revelado, um site do governo local apontou que o espaço tem área de 864 mil metros quadrados e foi leiloado por US$ 140 milhões. O aporte é uma parcela pequena do investimento de US$ 5 bilhões que a companhia calcula que precisará fazer ali para construir planta com capacidade para fabricar 500 mil veículos por ano, dobrando o potencial produtivo que já tem na Califórnia.

Com a nova unidade, a companhia pretende acompanhar o rápido crescimento da demanda por carros elétricos na China, o maior mercado automotivo do mundo. O projeto foi anunciado em julho e, até então, não tinha evoluído. O plano da companhia é começar a operação após dois anos do início das obras, com aceleração a partir daí para alcançar a capacidade máxima da unidade nos três anos seguintes.

Desde o anúncio da fábrica a Tesla não detalhou como pretende financiar o ambicioso projeto. A empresa apontou apenas que o objetivo é levantar capital em mercados asiáticos.



Tags: Tesla, fábrica, China, investimento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência