Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de motos cresce 8,7% no acumulado até setembro
Maior facilidade de obtenção de crédito e aumento do índice de confiança favorecem o setor de motos

Mercado | 02/10/2018 | 17h25

Venda de motos cresce 8,7% no acumulado até setembro

Nova projeção da Fenabrave aponta 935,4 mil unidades para o ano e alta de 10% sobre 2017

MÁRIO CURCIO, AB

A venda de motos em setembro somou 74,1 mil unidades, registrando média diária próxima a 3,9 mil assim como em agosto. No acumulado do ano foram emplacadas 696,1 mil motocicletas, 8,7% a mais que nos mesmos nove meses do ano passado. Os números foram divulgados pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários.



- Faça aqui o download dos dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



A manutenção da média diária e outros fatores levaram a Fenabrave a elevar sua projeção anterior, feita em julho. Em vez de 917 mil unidades a entidade estima agora 935,4 mil motocicletas emplacadas até o fim do ano, o que resultará em alta de 10% sobre 2017.

“Isso se deve à elevação do índice de confiança e à melhora na aprovação de crédito. Temos agora em média três propostas de financiamento aprovadas a cada dez fichas preenchidas. Algum tempo atrás eram duas a cada dez”, afirma o vice-presidente da Fenabrave, Carlos Porto.



Do total emplacado até setembro, 552,8 mil unidades eram motos Honda, o equivalente a 79,4% do segmento. A marca cresceu 10,5% no período, portanto acima da média de mercado. As quatro motos mais vendidas no Brasil são Honda: CG 160, Biz, Bros, Pop e PCX. Em quinto vem a Yamaha 150 Factor/Fazer.

A Yamaha se aproximou das 95 mil motos nestes nove meses e anotou crescimento de 10%, também acima da média. A atual número 3 em vendas é a Haojue, com 7 mil motos emplacadas e alta de 370% sobre igual período de 2017, ano em que suas motos começaram a ser montadas em Manaus, dividindo endereço com a J.Toledo Suzuki.

A BMW teve no acumulado do ano 5,1 mil unidades e anotou leve alta de 5,7% sobre o mesmo período do ano passado. A Kawasaki foi beneficiada por novos modelos. Teve 4,3 mil unidades vendidas, crescendo 26,9% e roubando o sexto lugar da Harley-Davidson.



Tags: Motos, motocicletas, Fenabrave, Carlos Porto, Honda, Yamaha, Haojue, BMW, Kawasaki, Harley-Davidson, J.Toledo, Suzuki.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência