Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
VWCO ganha protagonismo global no Traton Group em Hannover
Os produtos da VWCO no Salão de Hannover: mais protagonismo no grupo

Comerciais | 21/09/2018 | 15h44

VWCO ganha protagonismo global no Traton Group em Hannover

Marca brasileira tem a missão de oferecer caminhões e ônibus com o melhor custo-benefício sem abrir mão de tecnologia

PEDRO KUTNEY, AB | De Hannover (Alemanha)

Como parte integrante da estratégia de ampliar a presença em todo o mundo do recém-criado Traton Group, a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) recuperou seu nome brasileiro original como empresa e ganhou protagonismo global, de ser a marca de veículos comerciais da companhia (que também reúne Scania e MAN) com o melhor custo-benefício do planeta, sem no entanto ficar para trás na megatendências tecnológicas que estão transformando o setor, como eletrificação e conectividade.

Esse ganho de relevância ficou bastante claro no maior salão de veículos comerciais do mundo, o IAA Nutzfahrzeuge 2018, que acontece de 20 a 27 de setembro em Hannover, na Alemanha, onde pela primeira vez todas as marcas do Traton Group foram reunidas debaixo de um mesmo teto, no pavilhão 12. Ali a VWCO exibe quatro produtos que mostram a um só tempo capacidade tecnológica de inovação, engenharia própria e sinergia com as demais empresas do novo grupo: o protótipo do ônibus urbano híbrido elétrico serial plug-in Volksbus e-Flex), o caminhão leve e-Delivery apresentado no ano passado – que em Hannover estreia com motor elétrico da Scania –, o novo semileve Delivery Express lançado também em 2017 e o conceito Constellation 33.440, uma cabine Volkswagen montada sobre chassi com motorização de 440 cv da MAN, em mais uma demonstração das possíveis cooperações técnicas entre os parceiros Traton.

“Desde 2002 trazemos produtos ao IAA, sempre como marca afiliada do Grupo Volkswagen, com veículos e clientes regionais. Agora, como integrante do Traton Group temos uma missão global, estamos aqui não só para mostrar caminhões e ônibus para a América Latina, também queremos participar das tendências globais que estão transformando o transporte em todo o mundo, e podemos aproveitar as sinergias tecnológicas do grupo”, destacou Roberto Cortes, CEO da VWCO e membro do board do Traton Group.



Caminhões e ônibus com a marca VW na grade frontal sempre atraíram a atenção nas últimas nove edições do IAA em Hannover, muito mais pelo exotismo do que qualquer disrupção tecnológica. Desta vez, no entanto, com um ônibus híbrido com motor flex extensor de autonomia e um caminhão elétrico com 1,6 mil unidades já encomendadas pela Ambev para entregar bebidas em São Paulo, o “atrevimento” da engenharia brasileira foi melhor notado, demonstrando que a marca poderá se transformar em fornecedor competitivo de eletromobilidade sem perder o compromisso com o custo-benefício.

Cortes lembrou aos “curiosos” estrangeiros presentes na apresentação da empresa em Hannover que a VWCO tem 37 anos de existência, “somos uma empresa jovem em comparação com marcas centenárias, mas nossos produtos estão presentes em mais de 30 países em 300 pontos de venda, em toda a América Latina e também no Oriente Médio e África, já produzimos 1 milhão de veículos e exportamos 140 mil, e já produzimos 100 mil motores MAN no Brasil para equipar nossos veículos; desde 1994 investimos R$ 4 bilhões em produção e produtos, temos agora um novo programa de R$ 1,5 bilhão até 2023 que já começamos a aplicar para desenvolver novas tecnologias”, afirmou o executivo.

Ele também recordou que, entre altos e baixos da economia brasileira, o País “na média é um bom lugar para o negócio de veículos comerciais e após cinco anos de retração voltou a crescer”. Para Cortes, o PIB seguirá crescendo, os transportadoresprecisam renovar suas frotas que estão envelhecidas e as tão necessárias obras de infraestrutura terão de acontecer, mesmo que sem investimento do governo. “Isso vai favorecer a expansão do mercado de caminhões, que deve atingir 150 mil unidades/ano a partir de 2023; e voltar a superar 100 mil daqui a dois anos”, aposta.

“O frotista não deve nem esperar a eleição, deve comprar para renovar sua frota, mas claro que o ritmo do crescimento esperado deverá variar de acordo com a proposta de quem for eleito”, pondera Cortes, que espera pelo arrefecimento das vendas no mercado doméstico neste segundo semestre, que para ele devem fechar o ano com crescimento em torno de 35% a 40%, “o que já é bom, no início do ano nem esperávamos tanto”.

O que vai piorar o resultado deste ano é a Argentina, maior mercado de exportação da VWCO com participação de 30% das vendas externas, onde a fabricante negociou cerca de 3 mil caminhões em 2017 e este ano deve experimentar queda de 30% a 35%. Com isso, o crescimento das exportações não passará de 5% em 2018, graças à parcial compensação da expansão de embarques para México, Nigéria e Angola, calcula Cortes.

Entre queda nas exportações e aumento maior do que o esperado nas vendas internas, a fábrica de Resende (RJ), que trabalha em um turno de segunda a sexta-feira, já negociou com os empregados o trabalho em quatro sábados extras em novembro para atender todas as encomendas.

“As condições estão voltando a melhorar no Brasil, acreditamos que um país mais estável vai emergir da crise, como maior mercado da América Latina onde lideramos as vendas e somos muito competitivos com o consórcio modular de produção. Além disso, a VWCO tem a missão no grupo de entrar nos mercados emergentes com os produtos de melhor custo-benefício e sob medida para as necessidades dos clientes”, destacou Andreas Renchler, CEO do Traton Group.





*Esta cobertura é oferecida pela Delphi Technologies
O jornalista viajou a convite do pool de imprensa da Anfavea patrocinado por Mercedes-Benz, Scania, Volkswagen Caminhões e Ônibus, Volvo e ZF





Tags: Volkswagen Caminhões e Ônibus, VWCO, Traton Group, Volksbus e-Flex, híbrido elétrico serial, e-Delivery, Salão de Hannover 2018, veículos comerciais, IAA Nutzfahrzeuge 2018, eletrificação.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência