Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Legislação | 04/09/2018 | 19h17

Decreto que regulamenta Rota 2030 pode sair nos próximos dias

Importadores de veículos repassam informações recebidas do governo sobre os trâmites atuais referentes à nova política industrial

SUELI REIS, AB

O esperado decreto de regulamentação da Medida Provisória nº 843/2018, assinada no início de julho passado para criar o programa Rota 2030, poderá ser publicado nos próximos dias, mais especificamente no próximo dia 15 de setembro. A informação é do vice-presidente da Abeifa, Paulo Ferreira, que obteve atualizações dos ministérios da Indústria (MDIC) e da Fazenda referentes aos trâmites da nova política industrial para o setor automotivo. O executivo se reuniu com jornalistas na terça-feira, 4, em São Paulo, para apresentar o balanço do setor de veículos importados e também falou das notícias vindas de Brasília.

Segundo Ferreira, após análise do Ministério da Fazenda, o decreto que regulamenta a MP do Rota 2030 foi devolvido ao MDIC para o que ele chamou de "correções". Na última sexta-feira, dia 31, ambos os ministérios teriam concordadado com as alterações que foram feitas.

“Não havia mais ajustes referentes às montadoras, o que havia eram correções referentes ao setor de autopeças e já foram feitas, mas não abriram os detalhes sobre exatamente o que essas correções se referiam”, disse o vice-presidente da Abeifa.



Ferreira disse também que o MDIC já enviou a versão acordada do decreto de volta para a Fazenda, que tem o prazo de 15 dias para analisar. Acrescentou ainda que os demais pontos do decreto foram preservados. “Até onde sabemos, as medidas sobre eficiência energética, segurança e P&D [pesquisa e desenvolvimento] foram mantidas.”

Em tese, o decreto deveria ter sido publicado no dia 6 de agosto, quando completaria 30 dias após a publicação da MP, em 7 de julho.

Já sobre a MP, foi instalada em 8 de agosto uma comissão mista no Congresso composta por deputados e senadores para análise do programa e de 80 emendas que ele recebeu apresentadas por parlamentares. A primeira reunião da comissão estava agendada para a terça-feira, 4, mas segundo informações obtidas por Automotive Business com a própria comissão, o encontro foi cancelado. Por enquanto, não há indicações sobre quando será a reunião. Segundo informações passadas ao vice-presidente da Abeifa, a comissão teria um prazo limite de até 25 de outubro para concluir a análise da MP e enviá-la para votação em plenário.

“Pode ser que seja uma data mais adiante, porque temos uma eleição aí no meio”, ponderou Ferreira.

Uma vez terminado o trabalho na comissão mista, em tese a Medida Provisória vai para votação na Câmara e no Senado na sequência - isso deve obrigatoriamente acontecer no prazo de 120 dias após a assinatura da MP, portanto até novembro próximo, ou a legislação perde validade. Se aprovada pelos parlamentares, a matéria segue à sanção presidencial para ser convertida em lei. Caso seja julgado necessário, algumas partes que o governo considere inadequadas poderão ser vetadas. Esses vetos depois regressam para aprovação ou rejeição do Congresso.

Há pouco mais de um mês, o ministro do MDIC, Marcos Jorge, garantiu que tudo seria concluído neste governo, este ano.



Tags: Rota 2030, decreto, medida provisória, MP, governo, Abeifa, importadores.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência