Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Comerciais | 28/08/2018 | 16h32

Fabricantes brasileiras de implementos rodoviários voltam ao Peru

Nova comitiva terá treze empresas para rodada de negócios em setembro

REDAÇÃO AB

Uma comitiva formada por treze empresas brasileiras fabricantes de implementos rodoviários vai ao Peru participar de uma nova rodada de negócios, organizada pela Anfir, associação das fabricantes, e pela Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, como parte do MoveBrazil, Programa de Internacionalização da Indústria de Implementos Rodoviários, iniciado em 2016 e cuja primeira missão comercial foi exatamente ao Peru.

Desta vez, entre os dias 11 e 13 de setembro as empresas e potenciais clientes locais se encontrarão em Lima, capital peruana. Foram agendadas previamente 150 reuniões entre exportadores e importadores. As empresas que estarão presentes são Al-Ko, Anilag, Aspock, Metalúrgica Jano, Facchini, Forbal, Grimaldi, Hidromas, Ibiporã, Librelato, Planalto, Randon e Rossetti.

As empresas também participarão da Expomina 2018, feira internacional dedicada ao setor de mineração, que também será realizada na capital peruana entre 12 e 14 do mesmo mês. Dez fabricantes brasileiras vão expor seus produtos para o setor: Al-Ko, Anliag, Facchini, Grimaldi, Hidromas, Ibiporã, Metalúrgica Jano, Randon, Rossetti, Schwing.

“Estamos consolidando nossa imagem perante o importador local como a melhor opção para fornecimento de implementos rodoviários”, afirma o diretor executivo da Anfir, Mario Rinaldi. “A iniciativa reforça a imagem da indústria brasileira como um todo no mercado internacional”, conclui.



Tags: Implementos rodoviários, negócios, Peru, Anfir, Apex-Brasil, exportações.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência