Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas de veículos acumulam alta de 15% até julho

Mercado | 01/08/2018 | 16h19

Vendas de veículos acumulam alta de 15% até julho

Em sete meses, emplacamentos somam 1,38 milhão de unidades, entre leves e pesados

REDAÇÃO AB

As vendas de veículos fecharam o acumulado de janeiro a julho com avanço de 15% na comparação com iguais meses do ano passado. Dados divulgados na quarta-feira, 1º, pela Fenabrave, entidade que representa os concessionários no Brasil, apontam que os emplacamentos superaram volume de 1,38 milhão de unidades, entre leves e pesados. Há um ano, esse volume era de pouco mais de 1,20 milhão.



- Faça aqui o download dos dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Todos os segmentos do mercado tiveram alta das vendas no período acumulado. Nos veículos leves, os licenciamentos alcançaram 1,33 milhão de unidades, volume 14,1% maior que o verificado há um ano, quando o mercado emplacou 1,17 milhão.

Com 1,13 milhão, os automóveis encerraram o período em alta de 13,5% na comparação com os 999,2 mil licenciados nos primeiros sete meses de 2017. Já os comerciais leves tiveram aumento maior, de 17,8%, ao emplacar 201,2 mil unidades no período acumulado.

Os pesados foram destaque: os volumes de licenciamentos novos subiram 42,7%, uma vez que a base de comparação é baixa. Nos sete meses fechados deste ano, foram emplacados pouco mais de 48,4 mil caminhões e ônibus contra os 33,9 mil registrados em mesmo período de 2017.

As vendas de caminhões cresceram 50%, passando de 25,9 mil para 39 mil neste ano. Com 9,3 mil unidades, os chassis de ônibus registram incremento de 18,4% no comparativo anual.

DESEMPENHO MENSAL TAMBÉM É POSITIVO


Todos os segmentos também registraram aumento das vendas na passagem de junho para julho. O mês, que teve 22 dias úteis, encerrou com 217,5 mil veículos novos vendidos, um aumento de 7,7% sobre os emplacamentos de junho, que somaram 201,9 mil, considerando a soma de leves e pesados. Na comparação com junho de 2017, há um crescimento de 16,6%.

“O mês de julho foi bastante positivo. A base de junho é baixa, por conta dos reflexos negativos da greve dos caminhoneiros, e ainda tivemos um dia útil a mais de vendas. Esses aspectos, somados à queda na inadimplência e o aumento da oferta de crédito, estão impulsionando o nosso setor. Contudo, as incertezas no âmbito político nacional e o forte índice de desemprego ainda deixam o setor em alerta”, comenta em nota o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.





Segundo os números da entidade, a média diária de vendas para veículos leves cresceu 2,6% em julho: 9.480 unidades automóveis e comerciais leves emplacados em cada um dos 22 dias úteis do mês. Em junho, o volume foi de 9.288 em 21 dias úteis.

Nos pesados, as vendas de julho aumentaram 7,7% sobre as de junho ao atingir os 217,5 mil caminhões e ônibus. Sobre as vendas de julho de 2017, a soma das vendas de caminhões e ônibus aumentou em 17,7%.

Os dois setores tiveram altas expressivas: os emplacamentos de caminhões chegaram a 6,6 mil unidades em julho, incremento de 16,2% sobre o volume de junho, enquanto os chassis de ônibus quase dobraram o volume de um mês para o outro, que passou de 1,1 mil para 2,2 mil unidades, avanço de 92,3%.



Tags: Vendas, veículos, emplacamentos, Fenabrave.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência