Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Motos Yamaha e Honda garantem menor desvalorização
Yamaha NMax 160 levou o prêmio Maior Valor de Revenda na categoria Scooter até 200 cc

Mercado | 20/07/2018 | 17h39

Motos Yamaha e Honda garantem menor desvalorização

Fabricantes venceram juntas 9 das 18 categorias do prêmio Maior Valor de Revenda

MÁRIO CURCIO, AB

A Yamaha e a Honda foram as grandes vencedoras do prêmio Maior Valor de Revenda Moto, criado pela na agência Autoinforme para reconhecer os modelos zero-quilômetro com a menor depreciação no intervalo de um ano, apurado entre abril de 2017 e abril de 2018. Das 18 categorias possíveis, a Yamaha venceu cinco e a Honda, quatro.

Entre os segmentos de maior volume de vendas, a Yamaha levou a estatueta para o scooter até 200 cc com o modelo NMax 160, com depreciação de apenas 11,3% em um ano. A marca faturou também a categoria Sport até 800 cc com a YZF-R3 (-11,8%), a Crossover com a MT-09 Tracer (-11,7%), a Naked até 800 cc com a MT-07 (-11,7%) e a Naked acima de 800 cc com a MT-09 (11,4%).

Para a equipe da Yamaha, a menor depreciação decorre da qualidade e segurança dos produtos e do atendimento nas concessionárias.

“Ter um bom pós-venda é essencial e esses prêmios resultam disso”, estima o analista de inteligência de mercado da montadora, Anderson Kato.



A Honda NXR 160 Bros faturou duas estatuetas, a da categoria Trail e a Especial, entregue à moto com a menor depreciação entre todos os segmentos analisados (-6,7% apenas). As outras duas vencedoras da marca foram a Biz 110/125 (categoria Motoneta), com depreciação de 9,1%, e a CG 125/160 (categoria Street), com 8,5%.

“A Honda tem uma rede muito grande, com 1,1 mil concessionárias, e seu pós-venda se torna um diferencial. Com todas essas revendas fica mais fácil manter a manutenção em dia”, afirma o gerente comercial da montadora, Flávio Rossi.

“A tecnologia empregada, os materiais mais resistentes e a qualidade ajustada às condições brasileiras também contribuem para a valorização das nossas motos”, recorda o executivo da Honda.



Esta foi a terceira edição do prêmio Maior Valor de Revenda Moto e pela terceira vez a Honda conquistou a categoria geral. Em 2016 o prêmio foi dado ao scooter PCX 150 e em 2017 venceu a street Twister.

Veja a seguir as motos vencedoras em cada uma das 18 categorias:


50 cc (ciclomotores): Shineray Phoenix 50 (-15,8%)

Motoneta: Honda Biz 110/125 (-9,1%)

Street: Honda CG 125/160 (-8,5%)

Scooter até 200 cc: Yamaha NMax 160 (-11,3%)

Scooter acima de 200 cc: Dafra Citycom S 300i (-12,6%)

Naked até 800 cc: Yamaha MT-07 (-11,7%)

Naked acima de 800 cc: Yamaha MT-09 (11,4%)

Trail: Honda NXR 160 Bros (6,7%)

Big Trail até 800 cc: Triumph Tiger (-12,8%)

Big Trail acima de 800 cc: BMW R 1200 GS (-12,1%)

Sport até 800 cc: Yamaha YZF-R3 (-11,8%)

Sport acima de 800 cc: BMW S 1000 RR (-11,9%)

Clássica: Triumph Street Twin 900 (-11,8%)

Crossover: Yamaha MT-09 Tracer (-11,7%)

Custom até 800 cc: Kawasaki Vulcan S 650 (-12,3%)

Custom acima de 800 cc: Harley-Davidson Softail Heritage (-14,6%)

Touring: Harley-Davidson Road King 1.745 (-12,3%); e
Harley-Davidson Street Glide 1.745 (-12,3%)

Especial (campeã geral): Honda NXR 160 Bros (-6,7%).



Tags: Moto, motocicleta, Yamaha, Honda, Bros, NMax, MT-07, MT-09, Shineray, Phoenix, Citycom, Triumph, Tiger, Street Twin, Harley-Davidson, Kawasaki, Vulcan, Road King, Street Glide, BMW, S 1000 RR, R 1200 GS, Dafra.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência