Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 16/07/2018 | 18h44

Com recorde, vendas globais do Grupo Renault crescem 9,8% no semestre

Companhia revisa projeções para cima nos maiores mercados, incluindo o Brasil

REDAÇÃO AB

As vendas globais do Grupo Renault encerraram o primeiro semestre com recorde de 2,06 milhões de unidades entregues em todo o mundo, volume 9,8% maior que o verificado em mesmo período do ano passado. O grupo reúne cinco marcas atualmente: Renault, Dacia, Renault Samsung Motors, Alpine e Lada. Em comunicado divulgado na segunda-feira, 16, a companhia destaca que o desempenho global foi impulsionado pelo resultado também recorde das marcas Renault e Dacia, cujos volumes chegaram a 1,3 milhão e 378 mil veículos, respectivamente. Com isso, a companhia elevou em 0,2% ponto porcentual sua participação no mercado mundial de veículos, para 4,3% na primeira metade do ano. A empresa também revisou para cima suas perspectivas para os principais mercados globais, inclusive o Brasil.

Em nota, o grupo informa que espera crescimento de 3% do mercado mundial de veículos com relação a 2018; a previsão anterior era de 2,5%. Enquanto a Europa deve crescer 1,5% versus 1% previsto anteriormente, a companhia espera que o mercado francês evolua 2%. Fora da Europa, a estimativa também é positiva: para o Brasil, a Renault projeta aumento de 10% das vendas totais de veículos, considerando apenas o segmento leve: antes, a marca esperava incremento de 5%. Na Rússia, é previsto mercado elevado em mais de 10%, enquanto China e Índia crescem 5% e 8%, respectivamente.

“Pelo 3º ano consecutivo, batemos um recorde de vendas com quase 2,1 milhões de veículos em um primeiro semestre. Na Europa, o grupo continua conquistando participações de mercado e, fora dela, estamos tendo excelentes performances, principalmente na América Latina, na região Eurásia e na África”, declarou o membro do comitê executivo e diretor comercial do Grupo Renault, Thierry Koskas.



Na Europa, os emplacamentos do grupo cresceram 4,4% no primeiro semestre em um mercado que evoluiu 2,8%. Fora dela, a companhia registra aumento de 16,4% das vendas. No mercado europeu, o volume superou volume de 1,07 milhão de unidades, o que garantiu uma participação de 11%. Sozinha, a Renault avançou 1,1% com 8,1% de mercado. No segmento elétrico, a marca mantém a liderança com 21,9% deste mercado e volumes 11,6% acima do mesmo período do ano passado. A marca Dacia também registrou recorde de vendas para o primeiro semestre na Europa, com 281,2 mil veículos e participação também recorde de 2,9%. Já a Alpine, marca que renasceu no fim do ano passado na Europa, registrou seus primeiros emplacamentos em 22 anos, com 4,8 mil unidades encomendadas.

Nas Américas, o resultado segue positivo: por aqui, a companhia registra vendas 18,1% maiores no primeiro semestre, enquanto o mercado total cresceu 6,3%. Segundo o Grupo Renault, sua participação atingiu o recorde de 7,3% na região para o período, graças à sua ofensiva de SUVs. No Brasil, enquanto o mercado avançou 13,7% na primeira metade do ano, a Renault viu suas vendas subirem quase 28% com uma participação de mercado histórica beirando os 8,4%. Na Argentina, a marca também ampliou seus emplacamentos em 22,2%, um nível duas vezes maior que o mercado, enquanto a marca representou 14,6% das vendas totais daquele mercado.

As vendas na Eurásia, que inclui a Rússia, estão em alta de 15,1% com 25,8% de market share na região. No mercado russo, as vendas do Grupo Renault avançaram 19,7%: com Renault e Lada, a companhia detêm 25% das vendas locais.

Desde 1º de janeiro deste ano, o grupo contabiliza os volumes de vendas das marcas Jinbei e Huasong, após a criação de uma joint venture com a Brilliance, da China. Com isso, os emplacamentos na região subiram 69,5%. No entanto, considerando a comparação com o ano passado, os volumes do grupo caíram 14,8% em um mercado que avança 4,3%.

Somente na região África-Oriente Médio-Índia, os emplacamentos do grupo estão em queda de 4,5% ao mesmo tempo em que o mercado sobe 10,1%.



Tags: Renault, vendas globais, recorde.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência