Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Frota circulante cresce pouco mais de 1%

Balanço | 19/04/2018 | 13h45

Frota circulante cresce pouco mais de 1%

Pequena alta foi puxada por autos e comercias leves; ônibus recuam pelo 2º ano seguido

MÁRIO CURCIO, AB

Depois de praticamente estagnar na casa de 42,9 milhões, a frota circulante voltou a crescer e chegou a 43,4 milhões de veículos, ainda assim uma discreta alta de 1,2%. O aumento foi motivado pelos automóveis, cuja frota superou os 36 milhões de unidades (alta de 1,1% sobre 2016), e também pelos comerciais leves, segmento que havia recuado em 2016, mas em 2017 alcançou 5,1 milhões de veículos (alta de 1,8%). Os números foram divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças).



- Faça aqui o download dos dados do Sindipeças
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



A frota de caminhões ficou estável em 1,9 milhão de unidades, enquanto a de ônibus (agora em 382,3 mil) e a motocicletas (13,2 milhões) encolheram pelo segundo ano seguido. O fraco desempenho do mercado interno em anos recentes fez subir a idade média dos veículos. Entre 2016 e 2017 ela passou de 9 anos e 3 meses para 9 anos e 7 meses.

Com o avanço 2016 para 2017, os veículos entre 6 e 10 anos de uso passaram de 33% para 35% do total, enquanto os de 1 a 5 anos recuaram de 34% para 30%.

IMPORTADOS EMPACAM, CARROS FLEX GANHAM ESPAÇO


O estudo anterior do Sindipeças havia apontado queda 0,4% nos importados em circulação em 2016. No mais atual, referente a 2017, eles cresceram 0,7%, mas ainda assim permaneceram abaixo dos 6 milhões de veículos. Os nacionais somaram 37,4 milhões em 2017 e cresceram 1,2%, assim como a frota total.

Os veículos com motor flex, que representavam 59,8% do total em 2016, avançaram para 62,7% em 2017, enquanto os a gasolina recuaram de 29,4% para 26,5% no período. É provável que a gasolina volte a ganhar participação no próximo estudo com o aumento das importações.

Os velhinhos movidos exclusivamente a álcool ainda resistem, mas representam apenas 0,7% dos veículos em circulação. A participação do diesel cresceu 0,1 ponto porcentual e chegou a 9,9%.

Ainda de acordo com o estudo do Sindipeças, o número de habitantes por veículo no Brasil se mantém em 4,8 desde 2015.

Leia também as análises do estudo do Sindipeças para motocicletas e pesados.



Tags: Frota circulante, Sindipeças, automóveis, comerciais leves, ônibus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência