Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
MAN tomou espaço da Mercedes-Benz no 1º trimestre

Montadoras | 09/04/2018 | 18h15

MAN tomou espaço da Mercedes-Benz no 1º trimestre

Suecas Volvo e Scania também ampliaram presença no ranking de vendas de caminhões

GIOVANNA RIATO, AB

Com o mercado enfim de volta ao crescimento, o primeiro trimestre de 2018 foi de mudanças importantes no ranking de vendas de caminhões. Os emplacamentos totais avançaram 50,4% no período, para 14,5 mil veículos, e a líder do segmento, Mercedes-Benz, não deu conta de acompanhar o ritmo da expansão. A companhia entregou 4,3 mil caminhões e avançou 36,7% na comparação com intervalo equivalente do ano passado. Com isso, perdeu quase três pontos porcentuais de participação nas vendas, apesar de ter sustentado a primeira colocação no ranking com 29,7% de market share.

A MAN Latin America pode ser responsabilizada por boa parte da perda da concorrente. Com linha renovada de produtos, a empresa abocanhou expressivos 5,5 pontos de mercado, com 4,2 mil caminhões vendidos, volume 84,7% superior do registrado há um ano. A evolução garantiu que a montadora encostasse na Mercedes-Benz, ameaçando a liderança da companhia com 28,9% de participação nos emplacamentos. O nicho em que a MAN mais cresceu foi justamente no de semileves, segmento em que entrou há pouco tempo com a renovação da família Delivery.

DEMANDA POR PESADOS PUXA AVANÇO DA VOLVO E DA SCANIA


No segmento de caminhões, a demanda por pesados foi a que mais cresceu entre janeiro e março, com aumento de 89,8% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, para 6,4 mil emplacamentos. O movimento puxou as marcas suecas Volvo e Scania, que têm tradição na categoria.

A Volvo voltou a ser a terceira marca de caminhões mais vendida do Brasil, desbancando a Ford com 1,7 mil veículos e evolução de 69%. O resultado garantiu à empresa 12,2% de market share. A Scania também avançou e subiu para a quarta colocação no ranking de vendas. A empresa respondeu por 12% do total de caminhões emplacados.

FORD E IVECO EM QUEDA


A Ford Caminhões ganhou o título não muito apreciável de montadora que mais perdeu participação no mercado no primeiro trimestre. Mesmo com a oferta de produtos em diversos segmentos, a empresa vendeu menos do que a Scania. Foram apenas 1,6 mil licenciamentos, volume que é 10% superior ao de um ano atrás, mas que representa crescimento bastante inferior ao do mercado total. Com isso a marca despencou para a quinta colocação no ranking de vendas, com 11,5 de participação.

Já a Iveco manteve a sexta posição em vendas. A empresa entregou 565 caminhões nos primeiros três meses do ano e avançou 45,6% na comparação com o volume registrado no ano passado. A evolução, no entanto, não foi o bastante para manter a participação da empresa, que entregou 0,1 ponto e respondeu por 3,9% do total negociado no País.

DAF CONSOLIDA EXPANSÃO E CHINESAS SOMEM DO RANKING


A DAF também expandiu seus negócios com o aumento da demanda por veículos pesados. Com 375 caminhões licenciados, a montadora elevou em 128,7% os negócios e conquistou 0,9 ponto de market share. Logo atrás no ranking de vendas, na oitava colocação, aparece a brasileira Agrale, que vendeu 13 veículos de janeiro a março, com queda de 31,6%.

As marcas chinesas, que por algum tempo mantiveram perspectiva de crescimento no Brasil, aparentemente cederam. Apesar de ter emplacado três caminhões de seu estoque no primeiro trimestre, a Foton teria abandonado os planos de produzir e vender veículos localmente. Este é o caso também da Sinotruk, apesar de dados do Renavam indicarem que a empresa fez uma venda no primeiro trimestre do ano.



Tags: caminhões, ranking, MAN, Mercedes-Bens, Volvo, Scania.

Comentários

  • MauroRoberto Mendes Cahu

    SouEng. Mecânico com vivência em pós venda automotiva. Considero o Automotive Business um site interessantes e com informações atualizadas do seguimento automotivo.

  • Ademir

    Gostode acompanhar o mercado de caminhões

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência