Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Consórcio de veículos leves cresce 5,7%

Crédito | 27/03/2018 | 13h06

Consórcio de veículos leves cresce 5,7%

Começo do ano também foi positivo para pesados, mas ruim para motocicletas

REDAÇÃO AB

O consórcio começou o ano em alta. A venda de novas cotas para veículos leves (automóveis e pequenos comerciais) em janeiro registrou 85 mil unidades e crescimento de 5,7% sobre o mesmo período do ano passado. Os créditos comercializados, que resultam da multiplicação das novas cotas por seus valores, atingiram R$ 3,5 bilhões, crescendo 7,4% sobre janeiro do ano passado.

Os números foram divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac). Os participantes ativos, aqueles que mantêm o pagamento de suas parcelas tendo ou não sido contemplados, superaram os 3,5 milhões e anotaram pequena alta de 3,7% sobre o primeiro mês do ano passado.

Os veículos pesados (caminhões, ônibus, semirreboques, tratores e implementos) também tiveram um bom início de ano com a venda de 3,9 mil novas cotas, 23,5% a mais do que em janeiro do ano passado. O volume de créditos comercializados no segmento atingiu R$ 572,3 milhões, aumento de 28,5%. A Abac atribui a melhora à recuperação da economia e à perspectiva de colheita de uma nova grande safra.

O confronto com janeiro do ano passado revela aumento de 7,5% nas contemplações (de 2,65 mil para 2,85 mil) e de 3,7% no tíquete ou valor médio das novas cotas de veículos pesados (de R$ 141,4 mil para R$ 146,7 mil).

COMEÇO DIFÍCIL PARA DUAS RODAS


Apesar do esforço das montadoras, o consórcio de motocicletas começou o ano em queda. Segundo a Abac, em janeiro foram vendidas 70 mil novas cotas, 4,1% a menos que no mesmo mês do ano passado. Dois motivos estariam levando a isso: a maior facilidade de obtenção de crédito (CDC) e a persistência do desemprego entre as classes C, D e E, em que se concentram os consumidores de motocicletas.

Exceto pelo tíquete médio, que se manteve estável em R$ 8 mil, todos os outros números analisados pela Abac registraram queda no segmento de motos. Os participantes ativos em janeiro eram 2,1 milhões, 11,9% a menos que no mesmo mês do ano passado. As contemplações (cartas de crédito emitidas) somaram 42 mil unidades, 8,7% a menos que as de janeiro do ano passado.

O somatório de todos os segmentos (leves, pesados e motos) mostra a venda de 158,9 mil novas cotas e crescimento de apenas 1,5% sobre janeiro do ano passado.



Tags: Consórcios, Abac, automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, semirreboques, tratores, implementos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência