Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volkswagen lança motor gasolina mais econômico que diesel

Powertrain | 21/03/2018 | 19h1

Volkswagen lança motor gasolina mais econômico que diesel

Combinação de tecnologias faz consumo de novo Golf 1.5 TSI ACT chegar a 25 km/l

A Volkswagen lançou um motor a gasolina que, pela primeira vez, supera em economia o equivalente a diesel. Trata-se do 1.5 TSI ACT, que inicialmente vai equipar versões BlueMotion da linha Golf na Europa, mas no futuro breve será inserido em outros modelos e mercados. Segundo medições da montadora, em ciclo misto cidade/estrada o consumo apurado do carro com o novo motor foi de apenas 4,8 litros de gasolina a cada 100 km percorridos, ou 20,8 km/l. A medição NEDC em ciclo extraurbano é ainda melhor: 4 l/100 km, ou impressionantes 25 km/l. Para atingir resultados de eficiência tão altos, a Volkswagen combinou uma série de tecnologias: ciclo de combustão miller, turbocompressor de geometria variável, desativamento de cilindros e desligamento momentâneo do motor em situação de movimento inercial.

Segundo a fabricante, apesar da introdução de diversos periféricos tecnológicos para favorecer a economia, o motor ainda permanece significativamente mais barato do que um equivalente a diesel, com a vantagem de usar dispositivos de contenção de gases poluentes de custo muito menor do que os atuais Euro 6 na Europa. O 1.5 TSI ACT, turbinado e com injeção direta, gera espertos 130 cavalos e é combinado ao câmbio automático DSG de dupla embreagem e sete marchas.

Sem contar com as demais ajudas tecnológicas, por si só o ciclo miller de combustão já torna o motor cerca de 10% mais econômico do que um similar ciclo otto, de acordo com a Volkswagen. Isso porque as válvulas de admissão de combustível no cilindro abrem por menos tempo e fecham um pouco mais cedo, enquanto o pistão ainda está descendo, o que economiza gasolina. Essa operação torna-se ainda mais eficiente com a aplicação do turbocompressor de geometria variável (VTG, na sigla em inglês), que mantém a pressão de alimentação sempre alta em uma ampla faixa de rotações.

Em paralelo, outras duas tecnologias foram introduzidas no motor 1.5 TSI ACT para reduzir o consumo em certas condições de uso. Uma delas é o Active Cylinder Management (a sigla ACT), que desativa automaticamente dois dos quatro cilindros quando a demanda por potência é reduzida (em uma reta que exige pouca aceleração, por exemplo), operando entre 1.400 e 4.000 rpm e em velocidades de até 130 km/h. O motorista é avisado sobre o desligamento dos cilindros por meio de uma notificação no quadro de instrumentos.

Por fim, o novo motor também é dotado do sistema Eco-Coasting, uma espécie de “banguela” tecnológica, que desliga o motor e desacopla a transmissão quando o carro se move por inércia (em uma leve descida, por exemplo) e não há nenhuma pressão no pedal do acelerador. É um start-stop que funciona também em movimento. Esse arranjo é conhecido como mild hybrid, ou híbrido leve, pois usa uma bateria de lítio de 48 V que alimenta todos os sistemas críticos do veículo, como direção elétrica e freios, enquanto o motor está desligado. A Volkswagen calcula que a utilização do Eco-Coasting por breves períodos economiza quase meio litro de combustível a cada 100 km rodados.

Tags: Volkswagen, Golf 1.5 TSI ACT BlueMotion, consumo, eficiência.


Comentários

  • Ralf

    Uau!Grupo VW inovando mais do que a concorrencia.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência