Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
GM atinge 15 milhões de carros no Brasil

Indústria | 16/03/2018 | 16h45

GM atinge 15 milhões de carros no Brasil

Primeiro a chegar foi um furgão; Corsa lidera ranking dos mais vendidos

REDAÇÃO AB

A GM chegou à marca de 15 milhões de carros vendidos no Brasil desde que iniciou sua operação local, em 1925, com um pequeno furgão (na foto acima). Os modelos mais vendidos da General Motors no País foram Chevrolet Corsa, Celta, Chevette e Monza. O Onix já ocupa o quinto posto no ranking, com 800 mil unidades desde o lançamento, em 2012.

A GM produz veículos no Brasil em três fábricas: Gravataí (RS, Onix e Prisma), São Caetano do Sul (SP, Cobalt, Montana, Onix, Prisma e Spin) e São José dos Campos (SP, S10 e Trailblazer). Além dos nacionais, vende aqui também os importados Camaro, Cruze, Cruze Sport6, Tracker e Equinox.

Em 2017 foi a líder de vendas pelo segundo ano seguido e teve 394,1 mil automóveis e comerciais leves emplacados no Brasil, 35,3% a mais do que a Fiat, vice. A GM anunciou na metade da década um plano de investimento para o Brasil de R$ 13 bilhões até 2020 para modernização de suas fábricas. Até o momento injetou R$ 4,5 bilhões (leia aqui) em melhorias nas unidades de Gravataí, São Caetano do Sul e Itajaí (SC, produção de motores).

Os aportes no Brasil incluem atualização, expansão da capacidade, manufatura 4.0, novas prensas, solda a laser, novo sistema de montagem de motor e transmissão, novas injetoras plásticas, novo processo de funilaria e novo transportador de veículo na linha de montagem.



Tags: GM, Chevrolet, Corsa, Celta, Chevette, Monza, Onix, Prisma, Cobalt, Montana, Spin, S10, Trailblazer, Camaro, Cruze, Cruze Sport6, Tracker, Equinox, Camaro.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência