Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Caminhões anotam alta de quase 50% na produção

Indústria | 06/03/2018 | 18h48

Caminhões anotam alta de quase 50% na produção

Exportação recorde no bimestre e mercado interno ajudaram o segmento

MÁRIO CURCIO, AB

A produção de caminhões neste primeiro bimestre atingiu 14,5 mil unidades e deu um salto de 47,8% sobre o mesmo período do ano passado. Até mesmo fevereiro, com menos dias úteis por causa do carnaval, anotou crescimento de 15,8% sobre janeiro. Em relação a fevereiro do ano passado a vantagem é de 46,2%. Os números foram revelados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A alta teve ajuda de exportações recorde no período. Foram 4,6 mil unidades embarcadas, 43,3% a mais na comparação interanual. Os modelos semipesados e pesados continuam registrando os maiores volumes de embarque e altas expressivas.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



A Argentina foi o destino de 50% dos caminhões exportados. Em seguida vem o Chile, com 13%. Neste primeiro bimestre a Rússia respondeu por 10% dos embarques. A Scania está exportando para aquele mercado desde o ano passado um mix de veículos rodoviários e para construção. Peru, África do Sul e México são outros destinos dos caminhões brasileiros de diferentes montadoras.

As vendas no mercado interno neste primeiro bimestre somaram 8,6 mil unidades e acréscimo de 54,7% sobre igual período do ano passado. Todos os segmentos registraram alta no período, desde o semileve até o pesado, mas este último teve o crescimento mais significativo, de 85,1%, com 3,5 mil unidades emplacadas.

“Há boas perspectivas para os caminhões por causa da estimativa de 2,5% a 3% de crescimento do PIB para este ano”, diz o presidente da Anfavea, Antonio Megale.



“É verdade que a alta expressiva (em relação ao primeiro bimestre de 2017) ocorre sobre uma base muito baixa, mas confirma nossa perspectiva para este ano de crescimento próximo a 25%”, afirma o vice-presidente da Anfavea, Marco Antonio Saltini.

ÔNIBUS CRESCEM 67%


A produção de chassis para ônibus neste primeiro bimestre somou 4 mil unidades e cresceu 67% sobre os mesmos dois meses do ano passado. Assim como ocorreu nos caminhões, fevereiro também foi positivo para os ônibus, com alta de 8,4% sobre janeiro e de 55,2% ante fevereiro de 2017.

O maior volume produzido no bimestre foi o de chassis urbanos, 3,1 mil unidades e alta de 73,4%. Os modelos rodoviários, 940 ao todo, tiveram alta de 48,7%. As exportações alcançaram 1,4 mil chassis para ônibus e crescimento de 35,5%. O aumento mais expressivo, de 36,9%, ocorreu para os rodoviários.

O mercado interno absorveu 1,7 mil novos ônibus neste primeiro bimestre e alta de 84,4% sobre iguais meses de 2017. Fevereiro teve mais emplacamentos que janeiro (871, ante 848), apesar do carnaval. Assim, a média diária de emplacamentos subiu 25,7% do primeiro para o segundo mês. Saltini acredita numa retomada importante em 2018 para os modelos rodoviários e crescimento gradativo dos urbanos à medida que novas licitações se concretizem.



Assista à entrevista com Marco Antonio Santini e veja os dados do setor:




Tags: Caminhões, ônibus, produção, exportações, emplacamentos, Anfavea, Antonio Megale, Marco Saltini.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência