Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 02/02/2018 | 16h43

GM amplia fábrica de motores em Joinville com R$ 1,9 bilhão

Unidade começa a operar em 2019 e fará propulsores para novo Onix

REDAÇÃO AB

A GM inaugurou na sexta-feira, 2, um prédio de 46,8 mil metros quadrados para ampliação da fábrica de motores em Joinville (SC) e para a qual está investindo R$ 1,9 bilhão. A nova unidade, que começa a operar em julho de 2019, produzirá os motores da nova gama de veículos do projeto GEM, plataforma para mercados emergentes, que deverá substituir a atual do Onix e de outros modelos e que chegam ao mercado a partir de 2020. São esperados motores de 1.4 a 1.5 com quatro cilindros, além da versão 1.0 de três cilindros, com possíveis versões turbinadas. Já os veículos deverão ser ao menos seis, incluindo os substitutos de Onix, Cobalt, Spin, Tracker e Montana, além de um mini SUV.

O aporte faz parte do ciclo de investimentos que a empresa anunciou para o Brasil, de R$ 13 bilhões, considerando o período de 2014 a 2020. O novo local abrigará seis novas linhas, das quais duas de usinagem de blocos de alumínio, duas de cabeçotes também de alumínio, além de uma de submontagem de cabeçotes e uma para a montagem de motores.

Segundo comunicado da montadora, a ampliação quadruplicou o tamanho da fábrica, que passou de 15 mil metros quadrados para 61 mil m². Com isso, a capacidade será ampliada de 120 mil atual para mais de 420 mil motores por ano, além dos blocos e cabeçotes. Com a ampliação serão geradas 400 novas vagas de emprego diretas e indiretas.

“A GM entende que o mercado brasileiro iniciou um novo ciclo de crescimento. Queremos continuar expandindo a presença de nossa marca Chevrolet, que é líder de mercado no país há dois anos consecutivos. Com os novos investimentos estamos desenvolvendo novas tecnologias inovadoras e vamos ampliar a linha de produtos Chevrolet. A fábrica de Joinville, além de ser a mais sustentável da empresa no mundo, também será uma das mais inovadoras”, afirma no comunicado o presidente da GM Mercosul, Carlos Zarlenga.

A nova fábrica será configurada nos moldes da indústria 4.0 (manufatura inteligente), incluindo estações robotizadas, sistema autônomo de transporte e movimentação de materiais, sistema de monitoramento de processo por câmeras, testes elétricos de motores, gerenciamento de estoque e programação por meio de softwares conectados com a cadeia de suprimentos. Com isso, a produção será monitorada em tempo real.

De acordo com a GM, o novo investimento vai preparar a filial do Mercosul para se tornar uma plataforma de exportação global.



Tags: GM, General Motors, fábrica, motores, Joinville, investimento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência