Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Motos começam 2018 com alta de 13,9%

Mercado | 01/02/2018 | 18h31

Motos começam 2018 com alta de 13,9%

Vendas de janeiro ficaram 8,5% acima da média do ano passado

MÁRIO CURCIO, AB

A venda de motos em janeiro somou 77 mil unidades, registrando alta de 13,9% sobre o mesmo mês do ano passado. O setor de motocicletas não começava um ano com crescimento sobre igual período do ano anterior desde 2014.

Os emplacamentos do mês quase repetiram os de dezembro e ficaram 8,5% da média de 2017. Outra destaque vai para o aumento da participação do Sudeste. A região começou 2018 com 35,7%, ante 32,9% do Nordeste. O Sudeste não largava na frente desde 2009.

Embora com renda per capita mais alta, a região perdeu a liderança para o Nordeste na década passada, mas pode retomá-la este ano. Quando analisadas as participações de ambas as regiões no consolidado de 2017, o Sudeste respondeu por 34,3% dos emplacamentos e o Sudeste, por 34,1%. Os números são da Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários.

- Download dos dados de janeiro da Fenabrave
- Outras estatísticas em AB Inteligência

A Honda, líder absoluta, respondeu por 61,5 mil unidades licenciadas em janeiro, 79,9% do total. As oito motos mais vendidas no mês são da Honda. Surpreende o quarto lugar para a Haojue, marca chinesa cujas motos vêm sendo nacionalizadas em Manaus dentro da estrutura da J. Toledo Suzuki. A Haojue Chopper 150 foi a oitava moto urbana mais vendida em janeiro, com 275 unidades.

O segmento premium é liderado pela BMW, que teve 448 motos emplacadas em janeiro, seguida de perto pela Harley-Davidson, com 410 motos.



Tags: Motos, motocicletas, emplacamentos, Fenabrave, Honda, Haojue, Harley-Davidson, BMW.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência