Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 22/09/2017 | 19h11

Zen entra no mercado OEM com polia de roda livre

Fabricante de alternadores vai comprar componente feito em Brusque

REDAÇÃO AB

A Zen informa que começou a fornecer sua polia de roda livre para uma fabricante mundial de alternadores, que fornece diretamente para diversas montadoras de veículos. A empresa de capital nacional, com sede em Brusque (SC), é atualmente a única fabricante deste tipo de polia no País e esta é a primeira vez que fornecerá o componente no mercado original (OEM), que já estava disponível no aftermarket.

Embora não informe para quem vai fornecer a polia, a Zen mantém negócios regulares com os principais fabricantes mundiais de alternadores automotivos para recarregamento de bateria, como Bosch e BorgWarner – esta última sua vizinha em Brusque, a antiga Remy, que foi sua ex-sócia. Para estes dois sistemistas a Zen também fornece seu carro-chefe, os impulsores (pinos) instalados em motores de partida – a empresa catarinense é a maior fabricante do mundo de pinos impulsores.

Para atender ao aumento da demanda na fabricação da polias de roda livre, a Zen fez investimentos em novos equipamentos e no aprimoramento de processos. “Comprova nossa qualidade o fato de que as peças produzidas em Brusque são exportadas para mais de 50 países”, afirma o coordenador de marketing Acácio Freitas. Desde 2005, a Zen já produziu mais de 4 milhões de polias e conta com mais de 200 tipos no portfólio.

MAIOR VALOR AGREGADO

A polia de roda livre é uma peça com maior valor agregado, desenvolvida pela Zen para atender veículos mais modernos. Ao contrário das polias rígidas quem transmitem o torque do motor ao alternador sem nenhum atenuador, o componente de roda livre tem rolamento interno que deixa a polia continuar girando livremente em casos de desacelerações bruscas ou paradas do propulsor, o que reduz vibrações, ruídos (o “grilado”) e contribui para economia de combustível pela redução de atrito. Também aumenta a vida útil dos acessórios associados, como o tensionador, que trabalha sob menor pressão.

Segundo a Zen, a demanda por polias de roda livre aumentou com a crescente produção de veículos com motor três-cilindros no Brasil, como Hyundai HB20, Ford Ka, Volkswagen Up! e Renault Sandero e os Fiat Uno e Mobi, só para citar os mais vendidos. Como esse tipo de motor tende a vibrar mais, a polia de roda livre foi uma das soluções aplicadas para reduzir as vibrações. Antes, era encontrada principalmente em veículos com motorização diesel, que também vibra mais, como a picape Chevrolet S10.



Tags: Zen, polia de roda livre, mercado OEM, mercado original, alternadores.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência