Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Crédito para veículos avança em julho, indica Anef

Financeiras | 04/09/2017 | 18h11

Crédito para veículos avança em julho, indica Anef

Total de R$ 8 bilhões faz deste o 3º melhor mês do ano até agora

REDAÇÃO AB

O total de crédito liberado para financiamento de veículos atingiu R$ 8 bilhões em julho, fazendo deste o terceiro melhor mês do ano em concessões, atrás apenas de março e maio, quando foram concedidos R$ 8,3 bilhões e 8,2 bilhões, respectivamente, de acordo com o mais recente levantamento da Anef, associação dos bancos de montadoras, que divulgou os dados na segunda-feira, 4.

-Veja aqui os dados da Anef para julho
-Veja aqui outros dados de crédito e financiamentos
-Veja outras estatísticas em AB Inteligência

Com isto, o acumulado dos sete meses completos do ano resulta em R$ 54,1 bilhões, considerando operações em CDC e leasing, volume que supera em 19% o de igual período do ano passado, quando foram liberados R$ 45,4 bilhão. Para a Anef, o total de recursos liberados para veículos deve atingir os R$ 90,6 bilhões em 2017, o que representaria aumento de 5,5% sobre o volume realizado no anterior, de R$ 82,2 bilhões. Para isto, seriam necessários que cada um dos últimos quatro meses do ano atingissem novos recordes, com média de R$ 9,12 bilhões.

Contudo, para a entidade, o aumento no volume do crédito em julho pode sinalizar a melhora da confiança do consumidor, o que poderá sustentar os negócios nos próximos meses: “Os indicadores econômicos estão mais estáveis, o que gera maior previsibilidade e confiança nos consumidores. Por isso, pouco a pouco as pessoas estão retornando à rede de concessionárias, realizando a compra de veículos por meio de financiamentos. Hoje, os consumidores estão mais conscientes e tendem a contrair dívidas somente com razoável segurança de que conseguirão honrá-las”, avalia o presidente da Anef, Luiz Montenegro.

Com base nos dados do Banco Central, a Anef aponta que a inadimplência nas operações de CDC segue tendência de queda: em julho, o índice ficou em 4,2%, menos 0,2 ponto porcentual na comparação com junho. Há um ano, este índice era de 5,4%, considerando empréstimos para pessoas físicas. Para pessoas jurídicas, a taxa encerrou julho em 3,7%, queda de 0,1 p.p. sobre junho e de 1,5 p.p. no comparativo anual.

No leasing, a taxa de inadimplência das pessoas físicas foi de 3,0%, recuo de 0,2 p.p. com relação a junho e de 0,5 p.p. em doze meses. Para empresas, o índice foi um pouco maior, de 3,1%, contudo, a tendência é de queda, uma vez que ficou 0,7 p.p. abaixo do resultado de junho e em queda de 1,4 p.p. em um ano.

O saldo das carteiras atingiu R$ 161,9 bilhões em julho, volume 0,2% maior que o registrado no mês imediatamente anterior, mas 3,5% inferior na comparação com o mesmo período de 2016. Desse total, os financiamentos respondem por R$ 158 bilhões e o leasing pelos R$ 3,9 bilhões restantes, mesmo volume atingido em junho.

Segundo a Anef, as taxas de juros praticadas pelos bancos de montadoras continuam mais atrativas que as do mercado em geral: as associadas à entidade cobraram juros de 20,98% ao ano e 1,6% ao mês em julho, enquanto os independentes trabalharam com índices de 24% e 1,81%, respectivamente. O prazo médio das concessões continua em 42 meses e o prazo máximo oferecido pelos bancos em 60 meses.



Tags: Crédito, financiamento, Anef, bancos, inadimplência.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

Automotive Business
Avenida Iraí, 393, CJs. 51/52/53, Moema, São Paulo - SP - CEP 04082-001 | Tel.: (11) 5095-8888