NOTÍCIAS
20/08/2017 | 12h27

Lançamentos

Audi quer emplacar até 600 Q5 este ano

Com ele, marca premium pode chegar a 10 mil carros no Brasil em 2017


MÁRIO CURCIO, AB

Q5 é produzido em San José Chiapa, no México
A Audi quer vender até o fim do ano até 600 unidades do utilitário esportivo Q5, que entrou em sua segunda geração. O novo carro é montado sobre a mesma plataforma do A4 e tem carroceria com desenho bem mais atual. O modelo é feito no México e já está à venda nas versões Attraction, Ambiente e Ambition, todas equipadas com motor 2.0 turbo a gasolina de 252 cavalos e transmissão automática de dupla embreagem e sete marchas. O preço inicial é de R$ 244.990. Apesar da origem mexicana, que isenta o carro do Imposto de Importação de 35%, o valor da versão de entrada subiu 5,6% e o da intermediária, 3%. O topo de linha não é comparável porque o antigo tinha motor 3.0. A Audi atribui a alta às modificações feitas no carro e ao mercado, que determina o preço sugerido.

A fábrica de San José Chiapa começou a montar o SUV em setembro de 2016. Foi a primeira planta da Audi fora da Europa a produzir um modelo para o mercado global. O utilitário esportivo mais vendido da Audi no mercado mundial teve seu lançamento no Brasil quase simultâneo com o concorrente sueco Volvo XC60, que também passou por uma renovação completa (veja aqui).

Em 2016 foram emplacados 331 Q5 e neste ano, cerca de 40 se somados apenas os modelos antigos. Em outubro a Audi trará do México uma versão Ambiente blindada, com garantia da fábrica e preço sugerido de R$ 354.990. “E em novembro traremos também o SQ5”, garante o diretor de vendas, José Sétimo Spini, referindo-se à versão esportiva com motor V6 de 353 cavalos. O preço ainda não foi divulgado.

Com o SUV renovado a Audi poderá atenuar sua queda nas vendas, que no acumulado até julho era de 22,6% em relação ao mesmo período do ano passado considerando todos os modelos. Até o fim do ano, o presidente da montadora para o Brasil, Johannes Roscheck, espera emplacar cerca de 10 mil carros, ou 14% a menos que em 2016.

Audi
Q5 vem com central multimídia e GPS em todas as versões. Teto solar e painel Virtual Cockpit, só a partir da Ambiente, de R$ 274.990. Carroceria pesa 50 kg a menos por utilizar mais alumínio e aços de alta resistência.

Outros lançamentos de menor volume virão ainda em 2017: “Teremos até o fim do ano o TT RS e também os RS3 Sportback e sedã”, garante Spini.

LIGEIRAMENTE MAIOR E MAIS LEVE

O novo Q5 mede 4,66 metros. Ficou 3,4 centímetros maior. A altura da carroceria agora é de 1,66 m, acréscimo de menos de meio centímetro. Apesar das mudanças a Audi conseguiu reduzir o peso do modelo em até 50 quilos por utilizar mais alumínio e aços de alta resistência.

O porta-malas tem entre 550 e 610 litros, dependendo do quanto estiver reclinado o encosto do banco traseiro. Se o banco for totalmente rebatido o espaço sobe para 1.550 litros.

O novo sistema de tração integral Quattro Ultra utiliza um conceito chamado pelo consultor técnico Lothar Werninghaus como “permanentemente disponível”. Uma central eletrônica comanda o acoplamento da tração nas rodas de trás em piso de baixa aderência e outras situações, como acelerações mais fortes. Sempre que a tração dianteira for suficiente, a traseira estará desacoplada. Foi a forma encontrada pela Audi para reduzir perdas por atrito.

VERSÕES E EQUIPAMENTOS

A versão de entrada Attraction é meio basicona quando se considera seu preço de R$ 244.990. Não traz teto solar, chave presencial nem o quadro de instrumentos digital chamado pela Audi de Virtual Cockpit, que permite, por exemplo, diminuir o tamanho do velocímetro e do conta-giros, abrindo espaço para outras imagens, entre elas o mapa do GPS. Isso evita desviar os olhos para a central multimídia. Esses três itens só vêm a partir do Q5 Ambiente.

Audi
Segundo a Audi, porta-malas do Q5 comporta entre 550 e 610 litros com o banco traseiro em posição normal e 1.550 se estiver rebatido.

Os principais itens de série da Attraction são rodas de liga leve de 18 polegadas, bancos dianteiros elétricos, sistema Start-Stop (que desliga e religa o motor em tráfego pesado, economizando combustível), central multimídia com navegador GPS e interface para celulares, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera de ré e faróis de xênon.

A versão Ambiente (R$ 274.990) adiciona ar-condicionado com três zonas distintas de temperatura, porta-malas com abertura e fechamento elétricos, rodas de 19 polegadas e sistema de estacionamento automático (Audi Parking Assist).

O Q5 Ambition (R$ 292.990) acrescenta rodas de 20 polegadas, faróis totalmente em LEDs, assistente de farol alto (que impede ofuscamento de quem vem no sentido contrário) e iluminação interna que permite a escolha de cores diferentes. Essa versão traz também itens de segurança opcionais como o Audi Side Assist, um pacote de R$ 6,5 mil que inclui alerta de pontos cegos, desativação da maçaneta interna das portas (caso alguém tente sair do carro estacionado e outro veículo esteja se aproximando) e assistente de tráfego cruzado, que alerta o motorista sobre a passagem de outro veículo quando ele estiver saindo de uma garagem.

Outro opcional do Q5 Ambition é o Assistance Tour, um pacote de tecnologias semiautônomas de R$ 12,6 mil que auxilia o motorista a evitar colisões em tráfego pesado, inclui também o piloto automático adaptativo ACC (capaz de aumentar e reduzir a velocidade do carro, conforme o tráfego à frente) e um assistente de permanência na faixa, que ajuda a manter o carro na pista de rolamento pela demarcação feita no asfalto.


Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes