NOTÍCIAS
11/08/2017 | 13h18

Trabalho

Metalúrgicos param Ford no ABC em protesto a demissões

Segundo sindicato, 364 que estavam em layoff receberam notificação


REDAÇÃO AB

Os metalúrgicos da fábrica da Ford iniciaram uma paralisação na manhã da sexta-feira, 11, na unidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, em protesto as 364 demissões de funcionários que estavam em layoff e que receberam comunicado da montadora no dia anterior via telegrama. Segundo o sindicato local, foi decidido em assembleia que o setor de estamparia permanecerá inoperante neste dia, este que é o primeiro processo de manufatura da linha de montagem dos veículos. A ideia, segundo o sindicato, é dificultar o restante da produção.

De acordo com o coordenador do comitê sindical da empresa, José Quixabeira de Anchieta, há um acordo coletivo em vigor negociado e aprovado no fim de 2015 que garante estabilidade dos empregos até janeiro de 2018.

“Estávamos debatendo o futuro da fábrica e, de repente, vieram os telegramas. Os trabalhadores jamais irão aceitar demissões sumárias. É preciso que respeitem a história de luta dos metalúrgicos do ABC e da representação dos trabalhadores nesta empresa. Estamos abertos a dialogar com a empresa, mas enquanto não houver uma solução a luta vai continuar. Vamos fazer com que nos respeitem”, afirmou o coordenador em nota.

Em comunicado, a Ford informa que “nos dois últimos anos, adotou uma série de medidas para administrar o excesso de empregados decorrente da redução do volume de produção em São Bernardo do Campo, tais como PPE (Programa de Proteção ao Emprego, atual PSE), PDV (Programa De Demissão Voluntária), suspensão temporária do contrato de trabalho (layoff) e férias coletivas. Entretanto, devido à necessidade de adequar os níveis de mão-de-obra às demandas de mercado, estamos fazendo o desligamento dos funcionários da planta de São Bernardo do Campo que estavam em layoff”.

De acordo com o vice-presidente do sindicato do ABC, Paulo Cayres, que também trabalha na Ford, entre os 364 funcionários que receberam a notificação de demissão, há pessoas que têm mais de 20 anos de trabalho na montadora.

Ainda por meio de nota, o Sindicato informa que orientou os trabalhadores que receberam os informes de demissão a não assinarem a rescisão do contrato nesta sexta-feira, como era previsto pela empresa. A entidade disse que fará uma nova assembleia na próxima quarta-feira, 16, uma vez que a Ford já comunicou que manterá a fábrica parada nas próximas segunda e terça-feira (14 e 15).

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade