NOTÍCIAS
02/08/2017 | 21h22

Mercado

Mercedes crescerá mesmo é na venda de usados

Montadora vai aumentar divisão SelecTrucks com unidade no Paraná


MÁRIO CURCIO, AB

Captação de usados na SelecTrucks gerou venda de 616 caminhões novos em 2016
No início do ano, Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing da Mercedes, acreditava em crescimento de 6% a 10% na venda de caminhões em 2017. Mas com a retração de 13,7% no acumulado até julho ante o mesmo período do ano passado, o executivo admite que será difícil registrar alta sobre 2016.

Já a divisão de usados Mercedes SelecTrucks anotou acréscimo de mais de 50% no primeiro semestre, com 423 unidades, ante 280 em igual período de 2016. Assim, a montadora parte para a quinta loja dedicada a usados. Será aberta em seis semanas em São José dos Pinhais (PR). “Ela vai dividir espaço com a concessionária Savana”, afirma o gerente-geral da SelecTrucks, Fabian Seifarth.

A primeira revenda surgiu em Mauá em 2013 (veja aqui). Um ano atrás foi aberta a segunda casa, em Betim (MG, leia aqui). Outras duas foram inauguradas no primeiro semestre, uma em Campinas (SP, dentro da revenda Sambaíba) e outra em Limeira (SP, na Pirasa).

Em 2018 será a vez do Nordeste. A escolha estará entre as cidades de Fortaleza (CE), Aracaju (SE) e Recife (PE). A importância dada pela Mercedes à SelecTrucks está na geração de venda de novos: “Em 2016 os veículos captados no mercado de usados geraram a venda de 616 zero-quilômetro e nos deram cerca de 1 ponto porcentual de participação de mercado”, afirma o diretor de vendas e marketing de caminhões da Mercedes, Ari de Carvalho.

Ele recorda também que o mercado de segunda mão continua aquecido. “Em 2010 eram vendidos dois usados para cada novo no Brasil. Nos últimos 12 meses essa relação foi de 7,2 usados para cada zero-quilômetro”, diz.

No acumulado de janeiro a junho a venda de caminhões usados totalizou 163,5 mil unidades e alta de 4,1% sobre os mesmos meses de 2016.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano