Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Fiat Chrysler fecha semestre com lucro 42% maior

Balanço | 27/07/2017 | 19h32

Fiat Chrysler fecha semestre com lucro 42% maior

Ganhos ascendem para € 1,75 bilhão com ajuda de Europa e América Latina

REDAÇÃO AB

A Fiat Chrysler reportou lucro líquido ajustado 42% maior no fechamento do primeiro semestre, chegando a € 1,75 bilhão contra resultado de € 1,23 bilhão de um ano atrás, informa em balanço divulgado ao mercado financeiro global na quinta-feira, 27. No lucro líquido não ajustado, o Grupo FCA detalha ganhos de € 1,79 bilhão, mais que o dobro do apurado em mesmo semestre do ano passado, quando o lucro não passou de € 799 milhões.

O Ebit ajustado cresceu 13%, para € 3,4 bilhões, na mesma base de comparação anual, com margem de 6,1%, aumento de 0,6 pontos porcentuais sobre a margem do ano anterior.

A receita líquida da companhia teve leve crescimento de 2%, ao passar de € 54,5 bilhões para € 55,6 bilhões. A receita não foi melhor devido ao resultado negativo de importantes mercados, como a América do Norte, onde o grupo viu o faturamento recuar 4%, para € 33,2 bilhões, com vendas 5,8% menores no período, para pouco mais de 1,2 milhão de veículos. O Ebit fechou em € 2,59 bilhões, retração de 0,35%.

Por outro lado, na América Latina, a Fiat Chrysler melhorou os resultados, com aumento de 32% da receita líquida, para € 3,7 bilhões, na comparação anual do primeiro semestre. Embora a participação de mercado tenha diminuído 0,3 pontos porcentuais, para € 12,3% na região, as vendas cresceram 8,6%, para um total de 240 mil unidades. O Ebit quase triplicou, passando de € 11 milhões na primeira metade de 2016 para € 40 milhões neste ano. Com isto, a margem passou de 0,4% para 1,1%.

Na Europa, a receita líquida somou € 11,6 bilhões, incremento de 7,4%, com aumento de 0,3 p.p. na participação de mercado de automóveis, para 7,1%, com a venda de 830 mil veículos. O Ebit ajustado fechou em € 378 milhões, alta de 58%, com margem de 3,2%.

A divisão de componentes, que inclui as empresas Magneti Marelli, Comau e Teksid, aumentou a receita em 10,6%, para € 5,2 bilhões. O Ebit ajustado avançou 17%, para € 4,8 bilhões.

Com este resultado, o Grupo FCA confirmou sua projeção para 2017 divulgada no início do ano, prevendo receita líquida entre € 115 e € 120 bilhões, aumento de 3,6% a 8%, com lucro líquido ajustado em alta de 20%, para € 3 bilhões, e Ebit ajustado de € 7 bilhões. Para a dívida líquida industrial (endividamento industrial), que fechou o semestre em € 4,22 bilhões, a FCA planeja reduzi-la para € 2,5 bilhões até o fim deste ano.



Tags: Fiat Chrysler, FCA, lucro, balanço, Ebit, receita.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência