NOTÍCIAS
27/07/2017 | 15h19

Lançamentos

Mitsubishi adota motor flex e baixa preços do ASX

Redução média foi de 5,1%; câmbio CVT agora é item de série


REDAÇÃO AB

Motor 2.0 flex produz até 170 cv com etanol
A Mitsubishi trocou o motor 2.0 a gasolina do modelo ASX por outro flex, adotou o câmbio automático CVT como item de série e reduziu os preços em 5,1% em média. A linha 2018 tem preço inicial de R$ 97.990, mesmo valor cobrado antes pela opção manual.

Segundo a Mitsubishi, o novo motor produz até 170 cavalos quando abastecido com etanol, 10 cv a mais que o anterior. Foi desenvolvido na fábrica de Catalão (GO), onde é produzido, recebe o sistema de partida a frio sem tanquinho fornecido pela Magneti Marelli.

De acordo com a montadora, a caixa de transmissão automática CVT é uma evolução da anterior e ficou mais silenciosa. A linha 2018 recebeu pequenas mudanças por fora, como no contorno dos para-lamas e no desenho as rodas de liga leve.

A nova central multimídia tem tela sensível ao toque de 6,75 polegadas e conectividade com Car Play e Android Auto, comando de voz, rádio AM/FM, Bluetooth com audio streaming e entrada USB.

A versão AWD (com tração nas quatro rodas) tem preço sugerido de R$ 113.990 e recebe sensor de estacionamento, retrovisores com rebatimento elétrico, sensores de chuva e de acendimento automático dos faróis, chave presencial e botão de partida. Com teto de vidro e faróis de xênon o valor sobe para R$ 122.990.

Como o motor 2.0 utilizado no ASX é semelhante ao do Lancer, é bem provável que o sedã se torne flex nas próximas semanas.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 16/08/2017
Mercado deve melhorar no segundo semestre, até por novas ações de varejo

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DE CARRO POR AÍ | 11/08/2017
Carro tem ingredientes para ser um sucesso da Renault
AUTOINFORME | 10/08/2017
Para meio ambiente, carro elétrico no Brasil não tem a mesma importância que na Europa
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes