Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 18/07/2017 | 16h22

Busca de caminhões usados no Mercado Livre cresce 35%

Veterano Mercedes 1113 figura entre os três mais procurados do site

REDAÇÃO AB

O Mercado Livre registrou um aumento de 35% nas buscas por caminhões. A alta foi anotada entre janeiro e junho na comparação com o mesmo período de 2016. As três marcas de caminhões mais buscadas dentro do site de compras no primeiro semestre foram Mercedes, VW e Scania, nesta ordem.

Já em relação aos modelos, o Mercedes-Benz 1620 lidera o ranking de busca. Trata-se de um modelo fabricado de 1993 a 2011, que teve 102 mil unidades montadas nesse período. O segundo lugar é o Volkswagen Constellation 24250, lançado em 2006. Teve 50 mil unidades vendidas no mercado doméstico e é o líder atual entre os caminhões semipesados.

O terceiro mais buscado é o veterano e quase jurássico Mercedes 1113, o caminhão mais vendido na história do País, com 200,5 mil unidades entre as décadas de 1970 e 1980. Em seu caso, a quantidade disponível, as ofertas iniciais por volta de R$ 20 mil e a facilidade para manutenção e peças de reposição explicam o sucesso.

“Nossa pesquisa mostra que a experiência dos consumidores que buscam caminhões pela internet é positiva. Eles se sentem satisfeitos principalmente pela quantidade de ofertas on-line e pelos preços dos produtos. Esses caminhoneiros também estão mais tecnológicos, utilizando a internet para diversos fins, como fazer compras de peças, pesquisar sobre tráfego e condições das estradas”, afirma o diretor do Mercado Livre Classificados, Caio Ribeiro.



Tags: Volkswagen, VW, Scania, Mercedes, 1620, 1113, Constellation, Caio Ribeiro.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência