Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Financiamentos reduzem queda no primeiro semestre

Crédito | 12/07/2017 | 17h02

Financiamentos reduzem queda no primeiro semestre

Índice negativo para veículos leves atinge o menor nível do ano, aponta B3

REDAÇÃO AB

O número de financiamentos de veículos leves, que considera automóveis e comerciais leves, encerrou o primeiro semestre em 513,6 mil unidades, volume que representa recuo de 1,5% sobre resultado de igual período do ano passado, quando o volume foi de 521,7 mil automóveis e comerciais leves financiados. Este é o menor índice de queda até agora para o ano, de acordo com dados divulgados na quarta-feira, 12, pela B3.

- Veja aqui os dados da B3
- Veja aqui outros dados de financiamentos
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

Os financiamentos responderam por 51,7% do total de veículos leves vendidos nos seis primeiros meses do ano, considerando o total de 993 mil unidades, entre automóveis e comerciais leves, de acordo com os dados da Anfavea, associação das montadoras.

O presidente da entidade, Antonio Megale, ao apresentar o balanço de vendas de veículos do semestre sinalizou que o mercado ainda sofre com dificuldades de concessão de crédito: a média de aprovação ficou em 40% em junho, bem abaixo da média histórica, de 60% a 65% (leia aqui).

No caso dos pesados, que inclui caminhões e ônibus, houve queda de 9,5% no total de financiamentos do semestre, que chegou a 26,7 mil unidades contra as 29,6 mil de um ano antes, mais reflexo da queda das vendas do segmento do que redução de participação dos financiamentos, uma vez que o setor de transporte de carga financia quase 100% de sua frota.

Já para o setor de duas rodas, no qual os financiamentos respondem por mais de 70% das vendas totais do segmento, houve queda de 7% do volume financiado de janeiro a junho, para pouco mais de 302 mil motocicletas. De acordo com Alarico Assumpção Jr., presidente da Fenabrave, entidade das concessionárias de veículos, o setor de duas rodas é o que mais sente as dificuldades de concessão ao ser composto por mais pessoas de baixa renda. Segundo o executivo, o nível de aprovação de crédito é de 1,5 para cada dez propostas enviadas ao sistema financeiro.

O CDC – crédito direto ao consumidor – continua como a principal modalidade utilizada para a venda de veículos. Os dados da B3 apontam que 82,6% dos financiamentos realizados no primeiro semestre foram feitos via CDC, enquanto consórcios respondem por 15,1%.



Tags: Financiamentos, B3, Cetip, CDC.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência