Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Implementos têm queda menor no semestre

Mercado | 10/07/2017 | 16h49

Implementos têm queda menor no semestre

Fabricantes veem tendência de melhora para o ano com ajuda da Fenatran
REDAÇÃO AB

O setor de implementos rodoviários começa a reagir: a queda das vendas vem registrando índices cada vez menores (veja tabela abaixo). De acordo com dados divulgados na segunda-feira, 10, pela Anfir, associação das fabricantes, os emplacamentos diminuíram 20,5% no acumulado de janeiro a junho em comparação com iguais meses do ano passado, para pouco mais de 25,3 mil unidades, entre leves e pesados. É o menor indicador negativo registrado pela indústria até agora.

- Veja aqui os dados da Anfir para o 1º semestre
- Veja aqui outros dados de implementos
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

O segmento iniciou o ano com queda de 26%, chegando ao pico negativo de 30,4% no primeiro bimestre, sempre considerando a comparação anual. Embora todos os resultados acumulados sejam de retração, de março em diante os resultados do acumulado do ano foram reduzindo mês a mês.

“Mesmo com resultado ainda negativo já se observa uma certa melhora porque a queda com relação a 2016 está diminuindo”, afirma o diretor executivo da Anfir, Mário Rinaldi. “A realização da Fenatran em outubro será um suporte importante para ajudar às vendas da indústria em um momento de possível recuperação de mercado”, aponta.

Contudo, a entidade defende uma maior participação do BNDES a fim de sustentar a retomada do setor.

“O PIB influencia os negócios e precisamos de uma política que envolva o BNDES para que os indicadores possam voltar ao nível de 2013”, afirma o presidente da Anfir, Alcides Braga. “Não há maneira de termos uma retomada sustentável sem a presença do BNDES dando suporte à indústria. O banco é parceiro histórico de todos os setores produtores e deve se posicionar ativamente como o que ele é, ou seja, uma instituição de fomento por excelência.”

Tanto o segmento leve quanto o pesado oscilaram bastante nos seis primeiros meses do ano, com variações negativas menores no início do ano; os índices subiram no fim do primeiro bimestre e voltaram a cair a partir de então. No balanço do primeiro semestre, as vendas de reboques e semirreboques (pesados) recuaram 14,4%, para 10,8 mil unidades, enquanto as de carroceria sobre chassis encolheram 24,5%, para 14,5 mil.



Tags: Implementos rodoviários, vendas, emplacamentos, Anfir, BNDES.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência