NOTÍCIAS
05/07/2017 | 20h43

Negócios

Volkswagen Gol passa a ser feito exclusivamente em Taubaté

Companhia libera espaço na fábrica do ABC para a produção de novos modelos


GIOVANNA RIATO, AB | De Taubaté (SP)

A Volkswagen comemorou na quarta-feira, 5, a produção de 8 milhões de unidades do Gol no Brasil, o carro sustenta o título de mais fabricado e vendido da história da indústria automotiva local. A comemoração deste marco é, no entanto, bastante simbólica da nova fase da montadora no Brasil: ainda neste julho o automóvel deixa de ser produzido na fábrica da Anchieta, no ABC Paulista, para dar espaço aos novos veículos da marca que serão feitos ali. Assim, o hatchback que liderou as vendas do Brasil por 27 anos consecutivos - posto perdido há três anos - passa a ser montado exclusivamente em Taubaté (SP).

A unidade já era responsável por parte da fabricação do Gol e, como lembra a montadora, foi uma planta construída ainda nos anos 1970 justamente para fazer o modelo. Agora, além do automóvel, são montados na unidade o Up! e o Voyage. “É uma distribuição mais eficiente da produção. Taubaté fica com a plataforma MQB e segue fazendo três automóveis de grande volume de exportação. Do total de unidades do Gol já feitos no Brasil, 1,4 milhão foram destinadas ao mercado externo”, conta David Powels, CEO da companhia para o Brasil e a América do Sul.

A fábrica de Taubaté recebeu investimentos e passou por reforma recente para abrigar a produção do Up!, que começou ali em 2014. Áreas como pintura e armação são completamente novas. “Temos uma estrutura perfeita e alta tecnologia para fazer os modelos” destaca Powels. Hoje a unidade opera em dois turnos de produção, faz 879 carros por dia e emprega 4 mil trabalhadores. Este ritmo, diz o executivo, não deve mudar tão rápido por causa da performance fraca do mercado brasileiro de veículos. “Em geral, temos usado apenas de 40% a 45% do nosso potencial produtivo no País, assim como outras fabricantes de veículos”, aponta.

Passado o primeiro semestre do ano, o dirigente sustenta a expectativa de que o mercado nacional chegue ao fim de 2017 com leve crescimento, algo que ele espera que se repita em 2018. “Estamos apostando em aumentar a produtividade das nossas fábricas e manter as pessoas. Por enquanto não há horizonte de contratações”, avalia.

POLO E VIRTUS EM SÃO BERNARDO

Com a transferência total da produção do Gol para Taubaté, até o fim do ano a planta do ABC Paulista vai seguir em marcha lenta, fazendo apenas a picape Saveiro, enquanto roda as primeiras unidades pré-série do novo Polo. Entre novembro e dezembro entra em linha a versão definitiva do modelo por ali, acelerando o ritmo da unidade. Na gama da empresa, o carro ficará abaixo do Golf, mas será um hatchback maior que o Gol, segundo Powels.

Já no primeiro trimestre de 2017 começa a ser feito em São Bernardo mais um novo modelo: o sedã Virtus. Estes são os primeiros passos da renovação da gama e do reposicionamento da marca no Brasil. “Queremos ser uma empresa mais rápida, enxuta e eficiente e vamos investir na atualização da nossa imagem. Não são apenas novos carros, é uma nova Volkswagen”, diz o executivo. O projeto, que inclui atualização de fábricas e da gama de produtos, recebe o aporte de R$ 7 bilhões que a companhia anunciou para o período de 2016 a 2020.

Comentários: 1
 

Pascual OLiveros Doong
25/10/2017 | 16h25
Como Ex-funcionario da VWB, tenho certeza que a empresa crescerá e alcaçará as metas almejadas.

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 22/11/2017
Frota brasileira de 42 milhões exige controle apropriado

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 24/11/2017
Renault pode produzir no Brasil o novo Niva em 2021
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018